Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Pedro Henriques: "A falta é nítida"

Pedro Henriques não tem dúvidas de que Miguel Vítor jogou a bola com a mão e se fosse hoje voltava a assinalar falta, anulando o golo a Cardozo.
23 de Dezembro de 2008 às 12:32
Pedro Henriques
Pedro Henriques FOTO: D.R.

O árbitro Pedro Henriques admitiu hoje que voltava a assinalar a mão de Miguel Vítor e a anular o golo de Óscar Cardozo que daria a vitória ao Benfica frente ao Nacional, aos 90 minutos.

Apesar da polémica gerada com este lance, devido à intencionalidade ou não, Pedro Henriques não tem dúvidas: 'A minha interpretação do lance é que a bola vem de um jogador do Nacional, da baliza para fora. O Miguel Vítor está de frente e, quando existe o movimento de rotação, toca a bola com a mão, que inverte o seu sentido de trajectória. Vinha da baliza para fora e depois o toque faz com que coloque a bola nos pés do colega. Quanto a mim tira nítida vantagem dessa situação, logo considero existir falta'.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)