Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Pénalti e expulsão empurram dragão

Campeão esteve a perder até ao intervalo. Reviravolta começou após fatídico minuto 46 para os sadinos e foi consumada com um grande golo de Quintero.
19 de Agosto de 2013 às 01:00
Colombiano Jackson Martínez em lance acrobático
Colombiano Jackson Martínez em lance acrobático FOTO: Luís Miguel Neces

A ingenuidade do defesa sadino Dani, num lance em que Jackson soube proteger convenientemente a bola para ‘cavar’ um penálti no primeiro minuto do segundo tempo; o destempero do guarda-redes Kieszek, que logo a seguir ao golo do empate agrediu à cabeçada Josué e foi expulso; e a genialidade de Quintero, autor do golaço que consumou a reviravolta, eis os ingredientes que garantiram ao FC Porto um suado triunfo no terreno do V. Setúbal, na 1ª jornada da liga.

Foi tudo menos um passeio, a deslocação dos dos portistas à cidade do Sado. Durante os primeiros dez minutos pairou no céu do Bonfim a ideia de que este jogo serviria apenas para confirmar a hegemonia do FC Porto nas deslocações a Setúbal, cidade onde não perde há três décadas (desde março de 1983).

Por duas vezes Jackson poderia ter gritado golo, em ambas foi negado na intenção, primeiro por Ruben Vaza (excelente corte antes de a bola cruzar a linha de golo) e depois pelo guardião Kieszek. Mas um lance de contra-ataque dos sadinos, logo a seguir, inverteu a lógica dos acontecimentos. Ramón Cardozo assistiu Rafael Martins para um golo com instinto de ponta de lança. Dois jogadores a pedir que lhes fixem os nomes.

O FC Porto, com Josué a jogar na direita do ataque, acusou a falta de profundidade que Varela (impedido de jogar por lesão) garante. Isto durante a primeira parte. Na segunda, tudo ficou mais fácil a partir do minuto 46, quando Jackson foi derrubado por Dani. Josué marcou o penálti e logo a seguir Kieszek foi expulso e o Vitória ficou a jogar com dez unidades. Depois apareceu a genialidade de Quintero para desatar o nó.

O 3-1 final, por Jackson, acaba por ser um castigo pesado para o V. Setúbal, que mesmo com menos um jogador nunca baixou os braços.

Clique na imagem para ver o vídeo CMTV com o resumo do jogo

Clique na imagem para ver a fotogaleria do jogo.

FC Porto Setúbal pénalti expulsão Kieszek Quintero
Ver comentários