Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Pereira contra relaxamentos

Vítor Pereira avisou ontem os jogadores do FC Porto que não se devem "relaxar" na recepção ao Beira-Mar (amanhã, 20h30) e vincou que não podem esperar pela segunda parte para marcarem golos, como tem sucedido na Liga. "Temos de ter uma abordagem forte e mental. Procurar construir oportunidades de golos, se possível fazê-los cedo", acrescentou.
21 de Setembro de 2012 às 01:00
Vítor Pereira pediu ontem aos jogadores do FC Porto a máxima concentração frente ao Beira-Mar
Vítor Pereira pediu ontem aos jogadores do FC Porto a máxima concentração frente ao Beira-Mar FOTO: Manuel Araújo

"No mínimo, o desafio que se coloca é provarmos que temos uma mentalidade forte para jogarmos na Liga dos Campeões, mas também temos mentalidade forte para jogarmos no campeonato nacional e se possível melhorarmos", vincou.

O técnico portista afirmou, depois, esperar por um adversário "bem organizado e a explorar o contra-ataque através de transições rápidas", pelo que pediu a máxima concentração aos seus futebolistas.

"Temos a experiência do ano passado [2-1, em Aveiro, na 27ª jornada], em que uma ou outra abordagem mais relaxada quase nos hipotecava a possibilidade de conquistarmos o título nacional", lembrou.

Sobre o facto de Lucho González ter defrontado o Dínamo de Zagreb, na 3ª feira, na Croácia, para a Champions (2-0), horas depois de saber do falecimento do pai, Vítor Pereira lembrou que se trata de um "grande profissional com um problema pessoal" e admitiu a possibilidade de não o utilizar diante do Beira-Mar. "Há liberdade e confiança total da equipa técnica, companheiros e administração. Vamos ver do ponto de vista emocional e do descanso. Depois, resolveremos", explicou. 

vítor pereira jogo champions relaxamentos futebol treinador beira-mar
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)