Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

PERFIRO MORRER DO QUE ENTREGAR A ESPADA

Carlos Queiroz, em entrevista ao jornal ‘Marca’, voltou a pronunciar-se sobre a situação do Real Madrid.
23 de Outubro de 2004 às 00:00
O ex-técnico dos merengues garantiu que não ficou surpreendido com a saída precoce de José Antonio Camacho, mas sublinhou que não agiria da mesma forma. “A saída de Camacho não foi uma surpresa, mas eu prefiro morrer em combate do que deixar a espada na batalha”, afirmou Queiroz.
O actual treinador-adjunto do Manchester United voltou a assegurar que com os reforços que Camacho teve à disposição seria campeão de Espanha: “Se tivesse podido contar com jogadores como Woodgate, Owen, Morientes ou Celades o Real Madrid teria vencido o título”.
Já sobre o seu relacionamento com o presidente do clube, Florentino Pérez, o técnico português não se quis alongar, frisando que sempre se deu bem com os jogadores: “Não faço comentários sobre isso. É um livro que está fechado e não vou abri-lo agora. Mas posso dizer que com os jogadores nunca tive problemas e ainda mantenho contacto com amigos que lá deixei”.
Quanto ao jogo desta noite entre Real Madrid e Valência, no Santiago Bernabéu, Queiroz considera que há ”50 por cento de possibilidades para cada lado”.
FIGO RECUPERADO
Luís Figo recuperou de uma forte pancada sofrida no jogo com o Dínamo Kiev e está apto a defrontar o Valência. Já Beckham e Woodgate continuam de fora devido a lesão.
Do lado do Valência, Marco Caneira foi convocado, apesar de ter contraído uma fissura num osso do braço na derrota (1-5) com o Inter. O central português, não obstante a goleada, realizou uma boa exibição.
O Santiago Bernabéu, que nos últimos jogos não tem enchido devido à decepcionante campanha da equipa, estará esta noite lotado para um dos jogos mais esperados do ano, ante o campeão em título.
O Real ocupa o 11.º lugar, a nove pontos do líder Barça, e está obrigado a ganhar. O Valência é segundo mas não vence há quatro jogos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)