Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Petrovic apresentado com a Europa na mira

Saiu Jesualdo Ferreira, entrou o montenegrino Zeljko Petrovic que, pela primeira vez na sua carreira, será o treinador principal de uma equipa da 1.ª divisão. Petrovic foi ontem apresentado ao fim da tarde no Estádio do Bessa, numa conferência de Imprensa onde o ex-técnico Jesualdo Ferreira não foi poupado por algumas dezenas de simpatizantes ‘axadrezados’, com audíveis impropérios.
22 de Agosto de 2006 às 00:00
João Loureiro foi o primeiro a não querer alimentar polémicas, dizendo que não falava do passado e revelando que pediu a Pedro Barny – que estava a par de todo este processo de contratação de um novo técnico – silêncio absoluto, de modo a não se alimentar especulações.
Barny, que chegou a ser mesmo apontado como sucessor de Jesualdo, vai ser o n.º 2 de Petrovic, com o montenegrino a contar ainda com o adjunto Meodrag Radulovic, bem como José Vilaça (preparador físico) e Matos (técnico de guarda-redes).
Petrovic, que só começa a trabalhar na próxima segunda-feira – Barny orientará a equipa na visita a Alvalade, na abertura da Liga –, confessou mesmo que não vai demorar a ambientar-se ao clube e plantel boavisteiro.
“Já vi através de DVD os dois últimos jogos da equipa e conto com a informação dos restantes membros da equipa para trabalhar da melhor forma”, adiantou Petrovic, que viajará novamente para a Holanda para tratar de assuntos pessoais, regressando sábado para ver o embate com o Sporting.
Privilegiando o “trabalho e disciplina”, uma vez que “tem de se respeitar quem paga”, Petrovic mostra--se satisfeito com este novo desafio. “Quando o presidente disse que confiava em mim foi um momento de felicidade, pois queria muito este projecto.”
João Loureiro, por seu lado, tem a Europa como objectivo. “Apesar de só estar a chegar agora, tenho confiança de que conseguirá recolocar o Boavista nas competições europeias”, disse.
PERFIL
Zeljko Petrovic nasceu na cidade montenegrina de Niksic, no dia 13 de Novembro de 1965 (40 anos de idade). Radicado há 15 anos na Holanda, o técnico foi na temporada passada adjunto do holandês Adrie Koster no RKC Waalwijk, da primeira divisão do País das Tulipas. As primeiras experiências como treinador adjunto aconteceram no Feyenoord (então orientado por Ruud Gullit) e nos ingleses do Tottenham (dirigido pelo também holandês Martin Jol). Já este ano Petrovic foi convidado para treinar as camadas jovens do Chelsea e para coadjuvar Guus Hiddink na selecção da Rússia.
Como jogador, o montenegrino destacou-se como um defesa-direito bastante ofensivo que lhe valeu a chamada por diversas vezes à selecção da ex-Jugoslávia.
Dinamo Zagreb, Sevilha e PSV Eindhoven foram alguns dos emblemas por onde passou o agora novo treinador do Boavista. Ainda representou os japoneses do Urawa Diamonds antes de rumar ao futebol árabe. Petrovic torna-se assim no único estrangeiro a dirigir um clube luso no início da temporada 06/07.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)