Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Piepoli ganha na montanha

O ciclista italiano Leonardo Piepoli (Saunier Duval) sagrou-se ontem vencedor da etapa mais longa do Giro (a 10.ª), com 250 km a ligarem Camaiore ao Santuário de Nossa Senhora Della Guardia, enquanto o seu compatriota Andrea Noe (Liquigas) ascendeu à liderança.
23 de Maio de 2007 às 00:00
Andrea Noe vestiu a ‘rosa’
Andrea Noe vestiu a ‘rosa’ FOTO: Maurizio Brambatti/Epa
A difícil etapa de ontem, a segunda na alta montanha, acabou por coroar dois veteranos: Piepoli, de 35 anos, e Noe, de 38 anos.
Aproveitando a marcação cerrada entre os favoritos à vitória final, o ciclista da Saunier Duval lançou um forte ataque na subida final, que lhe permitiu cortar a meta com 18 segundos de avanço sobre o italiano Danilo di Luca (Liquigas), o primeiro dos favoritos a chegar ao fim.
O luxemburguês Andy Schleck (CSC) fechou o pódio da tirada a 27 segundos de Piepoli, com o italiano Gilberto Simoni (Saunier Duval), vencedor do Giro em 2001 e 2003, a gastar mais 32 segundos.
O vencedor do Giro em 2002 e 2005, Paolo Salvodelli (Astana), perdeu 41 segundos, menos dois que Damiano Cunego (Lampre), que conquistou a Volta a Itália de 2004.
Andrea Noe cortou a meta 52 segundos depois de Piepoli, mas conseguiu roubar a camisola rosa, símbolo da liderança, ao seu compatriota Marco Pinotti (T-Mobile), que perdeu mais de quatro minutos.
“Para mim é uma grande satisfação ter a camisola rosa nove anos depois da primeira vez”, referiu o decano do pelotão. A etapa de hoje tem 190 km e deverá terminar ao sprint.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)