Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Piloto finta a morte

Há dias de sorte e o domingo passado foi, sem dúvida, o dia de Francisco Tello Andrade. Este piloto de jet-ski viveu um dia para esquecer na estreia numa prova do campeonato nacional da especialidade. O piloto do Clube Naval do Seixal, da Madeira, chocou de forma violenta com o campeão nacional, Augusto Fernandes, em plena prova de ‘endurance’ disputada na Baía do Funchal.
25 de Abril de 2006 às 00:00
Francisco Tello Andrade foi o responsável pelo embate, que se deu a cerca de 120 km/hora
Francisco Tello Andrade foi o responsável pelo embate, que se deu a cerca de 120 km/hora FOTO: Imagens RTP1
A velocidade, a projecção do piloto – que efectuou dois mortais no ar – e a aparatosa queda na água deixavam prever o pior cenário. Contudo, Francisco Tello Andrade sofreu apenas uma dupla fractura no fémur, ‘fintando’ a morte como quem contorna uma bóia. Neste momento, o piloto encontra-se ainda internado no Centro Hospitalar do Funchal.
“Assim que ele chegou ao hospital, foi logo sujeito a uma longa operação, que durou aproximadamente cinco horas”, contou ao CM o presidente da Federação Portuguesa de Jet Ski, Francisco Pita. O responsável federativo, que acompanhou a competição em águas insulares, explica como tudo aconteceu. “O acidente deu-se porque ele falhou um conjunto de bóias e entrou em rota de colisão com o campeão nacional Augusto Fernandes. O Augusto, que é um piloto bastante experiente, fez de tudo para evitar o choque, acabando por embater num dos bordos. É de realçar que a moto deveria ir a cerca de 120 km/hora”. Na altura do embate, tudo passou pela cabeça dos inúmeros espectadores presentes, já que ninguém ficou indiferente ao aparato. “O nosso receio era que ele tivesse lesões ao nível da bacia ou coluna. Quando ele foi ‘cuspido’, pensei logo que era uma coisa séria”.
Para Francisco Pita, importante foi também a imediata assistência prestada ao piloto madeirense, que até então tinha apenas disputado provas do campeonato regional. “Ele foi prontamente assistido por dois fiscais da Federação, que lhe prestaram os primeiros socorros, imobilizando o corpo. Contamos com uma das melhor equipas de salvação do mundo, daí sermos bastante solicitados para provas internacionais”.
O piloto madeirense, de 32 anos, foi de imediato conduzido ao Centro Hospitalar do Funchal, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica, da responsabilidade de um amigo e colega de clube, José Alberto Rodrigues.
Francisco Tello Andrade deverá ter alta hospitalar em breve.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)