Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Pimenta Machado na mira suíça

Pimenta Machado, ex-presidente do V. Guimarães, esteve na mira das autoridades suíças por lavagem de dinheiro, até a investigação ser transferida para o nosso país.
14 de Janeiro de 2007 às 00:00
Numa carta, dirigida ao procurador do DCIAP, João Ramos (responsável pela investigação e autor da acusação) – a que o CM teve acesso –, o procurador federal da Suíça deixa em aberto a possibilidade de a investigação prosseguir naquele país ou ser transferida para Portugal.
Ontem, o semanário ‘Sol’ noticiou que, entre 1993 e 2000, as contas de Pimenta Machado em bancos da Suíça registaram entradas de dinheiro na ordem dos 11,3 milhões de euros. O mesmo jornal acrescenta que o ex--presidente utilizava as contas pessoais nos dois países para receber dinheiro das transacções de jogadores.
“Não comento notícias falsas, até porque não as li. Estou em Espanha e só sei o que me disse a família. No próximo sábado responderei e não hesitarei em processar quem mentiu”, afirmou ao CM Pimenta Machado.
O CM apurou ainda que a PJ tem em sua posse um computador, com registos da eliminação de ficheiros da base de dados da contabilidade do clube, que poderão estar relacionados com a ocultação ou eliminação de eventuais elementos comprometedores.
Ver comentários