Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

PINTO DA COSTA ATACA MAJOR E LIGA DE CLUBES

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, não poupou a gestão da Liga de Clubes, presidida por Valentim Loureiro, e criticou o recente contrato celebrado entre o organismo do futebol profissional e uma empresa de combustíveis.
20 de Agosto de 2002 às 22:51
“O contrato com a Galp foi um contrato feito em família”, afirmou o líder portista, ironizando logo de seguida: “Pensei que tinha sido um contrato feito pelo major Valentim Loureiro para qualquer uma das suas empresas ou para a Câmara de Gondomar”.

Neste ataque à Liga de Clubes, o presidente da SAD “azul-e-branca” também não compreende a presença do sportinguista João Vieira Pinto aquando da celebração do contrato, sugerindo que “escolheram um jogador que na ocasião era o mais apropriado para representar o futebol português”.

Um pormenor que não deixa preocupado Pinto da Costa, explicando por que razão não lhe faz diferença: “Não fui eu que assinei o contrato, mas para mim está tudo bem. Tenho cartão da BP”, brincando com a situação: “Ainda no outro dia trouxe uma balança com os pontos ganhos”.

“Vassourada”

Num tom ainda mais corrosivo, Pinto da Costa não escondeu a sua preocupação como os alegados caminhos da Liga, esclarecendo que recebeu uma lista dos delegados. “Houve uma grande vassourada naqueles que diziam ter uma simpatia pelo FC Porto. Mas vi aparecer muita gente de Gondomar”, disse Pinto da Costa, acrescentando que a recente vistoria ao Estádio das Antas “já não foi feita pelo engenheiro Veloso”.

“Apareceu um engenheiro de… Gondomar”, sublinhou Pinto da Costa, temendo que “qualquer dia, como o sorteio já foi em Gondomar e a Assembleia Geral da Liga já foi em Gondomar, tenhamos que jogar em Gondomar. Mas aí é mais complicado porque não há estádios à altura dos nossos atletas”.

À margem de todas questões, o plantel “azul-e-branco” voltou a trabalhar no Centro de Estágio de Olival/Crestuma, em Vila Nova de Gaia, para preparar o primeiro embate da I Liga frente ao Belenenses.

Ontem, o técnico José Mourinho voltou a denotar alguns problemas no seio da equipa: Capucho e Mário Silva apenas realizaram corrida; Jankauskas e Tiago limitaram-se a fazer ginásio; Hélder Postiga e Ricardo Costa estiveram na selecção sub-21, enquanto que Bruno realizou tratamento e tudo aponta para a sua exclusão da lista de operacionais.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)