Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Pisadela não foi intencional

Wayne Rooney, avançado inglês, voltou ontem a dizer que não foi sua intenção pisar Ricardo Carvalho, no jogo entre Portugal e Inglaterra, no Mundial de futebol, que lhe custou um cartão vermelho. Segundo o jogador do Manchester United, se a pisadela fosse intencional o central português estaria agora numa cama de hospital.
17 de Julho de 2006 às 00:00
“Sei que o meu pé tocou numa zona particularmente sensível, entre as pernas do Ricardo, mas não tive essa intenção. Eu estava de costas para ele e não tive noção do meu movimento. Foi apenas um acidente. Aliás, se a minha pisadela tivesse sido intencional, ele ainda hoje estaria num hospital”, afirmou o jovem avançado do Manchester United, negando depois que tenha discutido com Cristiano Ronaldo antes do encontro dos quartos-de-final entre Portugal e Inglaterra.
“É mentira. Falámos e desejámos boa sorte um ao outro e depois ele perguntou-me se eu sabia para onde ia jogar o nosso colega Quinton Fortune”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)