Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Polga: "É uma situação delicada, mas não podemos desistir"

O futebolista Anderson Polga reconheceu esta segunda-feira que o Sporting está numa situação "delicada", mas garante que o grupo não vai desistir e procurará a vitória já no jogo com o Penafiel, quinta-feira, para a Taça da Liga.
17 de Janeiro de 2011 às 18:14
polga, sporting, bettencourt
polga, sporting, bettencourt FOTO: João Trindade/Record

"Somos profissionais e o nome do Sporting tem de estar acima de tudo isso. Sabemos que é uma situação delicada, mas não podemos desistir", disse o jogador, ao sítio do clube, lembrando a derrota com o Paços de Ferreira (2-3) e a demissão do presidente José Eduardo Bettencourt.

O defesa internacional brasileiro refere que a equipa vai procurar regressar às vitórias no jogo de quinta-feira frente ao Penafiel.

"Sabemos que uma vitória vai ajudar-nos na classificação dessa competição e poderá deixar-nos praticamente a um passo da vaga para a meia-final. Por isso, jogando em casa, temos de assumir o jogo, como equipa forte que somos, para atingir os nossos objectivos", afirmou.

Polga defendeu que a equipa do Sporting deve pensar "jogo a jogo" para poder chegar à final da Taça da Liga e vencer, pois a competição é um dos objectivos da temporada.

Ainda em relação ao jogo com o Paços de Ferreira, o defesa lembrou os erros da equipa de arbitragem liderada por Luís Catita.

"Assumimos os nossos erros, é claro, mas houve momentos que, julgo, foram determinantes. Não fiz falta para penalti no lance do segundo golo do Paços de Ferreira e acho que o Saleiro sofreu uma falta na área, essa sim, para grande penalidade, que o árbitro não assinalou", concluiu.

A equipa do Sporting treinou hoje à porta fechada na Academia da Alcochete e regressa ao trabalho terça-feira, pelas 10h00.

polga sporting bettencourt
Ver comentários