Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Polícia impede distúrbios na Luz

A PSP teve de intervir no Estádio da Luz para evitar que, na madrugada de ontem, pouco mais de 20 adeptos se aproximassem de técnicos e jogadores do Benfica, quando abandonaram o recinto nas suas viaturas particulares, após o regresso de Coimbra, onde a equipa venceu o Gil Vicente, por 2-1, e conquistou a Taça da Liga pela quarta vez consecutiva.
16 de Abril de 2012 às 01:00
Jorge Jesus foi o mais visado nas críticas dos adeptos
Jorge Jesus foi o mais visado nas críticas dos adeptos FOTO: Bruno Pires

Pablo Aimar foi um dos poucos jogadores que tentou dialogar com os adeptos. À saída da Luz parou a sua viatura durante breves instantes, mas foi logo aconselhado pela PSP a arrancar. Segundo soube o CM, Javi García mostrou pouca paciência e mandou-os calar, enquanto que Matic respondeu às provocações.

"São os mesmos adeptos que estavam em Coimbra a criticar os jogadores e que depois foram para a Luz", contou ao CM uma fonte do Benfica, desvalorizando os insultos de que foram alvo jogadores e treinadores.

Outra fonte dos encarnados frisou que os mesmos adeptos estiveram no aeroporto da Portela a saudar a equipa, após o regresso de Londres, onde o Benfica perdeu (1-2) diante do Chelsea, na Liga dos Campeões.

Tanto em Coimbra como na Luz, Jorge Jesus foi o maior alvo das críticas. Contudo, o técnico deixou o estádio na sua viatura sem problemas de maior, segundo apurou o CM.

Já Luís Filipe Vieira, visado também após o jogo com o Gil Vicente por alguns adeptos, não esteve no Estádio da Luz.

BENFICA VAIAS ADEPTOS ESTÁDIO LUZ JESUS JOGADORES TAÇA DA LIGA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)