Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Portugal: Múltiplas vitórias

Só o triunfo de Richard Green impediu o IV Portugal Masters de ser um torneio perfeito. O australiano, de 39 anos, não é um jogador qualquer e antes de suceder a Lee Westwood já se tinha imposto em cinco eventos internacionais, dois dos quais no European Tour.
23 de Outubro de 2010 às 00:00
Richard Green
Richard Green FOTO: d.r.

A vitória em Vilamoura valeu-lhe a subida ao 64º posto do ‘ranking’ mundial e ao 22º na Corrida para o Dubai, garantindo a presença no Campeonato do Mundo do Dubai. Mas Green não é mediático, apesar de conduzir o seu Porsche na categoria GT do Grande Prémio da Austrália.

O Portugal Masters marcou pontos. Pelo segundo ano consecutivo, vendeu--se mais de 35 mil bilhetes (36 223), e se o recorde de 37 479, de 2009, não foi batido houve um novo máximo, o de mais espectadores num único dia num torneio luso: 12 115, na última jornada.

O Turismo de Portugal e o Grupo Oceânico beneficiaram de 800 horas de televisão internacional, mostrando um sol radioso enquanto a chuva caía em muitos países da Europa.

A lista de inscritos não foi tão rica quanto a de 2009 mas, pela primeira vez, um torneio português apresentou quatro campeões da Ryder Cup, prova realizada duas semanas antes.

Nos bastidores, a Federação Portuguesa de Golfe maravilhou o responsável máximo da Ryder Cup Europe numa visita a São Bento, onde o primeiro-ministro, José Sócrates, garantiu o apoio do Governo à candidatura portuguesa à Ryder Cup de 2018, na Comporta.

Bernardo Trindade, secretário de Estado do Turismo, deslocou-se por duas vezes ao Oceânico Victoria e desdobrou-se em contactos com os representantes do PGA European Tour. Tudo indica que haverá Portugal Masters em 2011 e, na corrida para a Ryder Cup 2018, Portugal está na linha da frente.

Golf Portugal Masters Richard Green
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)