Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Presidente do FC Porto? No futuro nunca se sabe

Jorge Costa formalizou ontem o fim da sua carreira como futebolista, deixando no ar a sugestão de que um dia poderá concorrer ao lugar de presidente do clube que representou durante quase toda a sua carreira de jogador.
17 de Outubro de 2006 às 00:00
Jorge Costa recebeu o apoio de uma fã de longa data, na hora do adeus ao futebol
Jorge Costa recebeu o apoio de uma fã de longa data, na hora do adeus ao futebol FOTO: Luís Vieira/Record
“Há cerca de dois, três anos tinha anunciado que no ano passado seria a minha última época como jogador no FC Porto. Como sabem, as coisas não correram da maneira como eu esperava. E portanto, esta será uma mágoa que ficará sempre dentro de mim”, reconheceu Jorge Costa, que não fecha a porta a um eventual regresso ao clube como... presidente.
“No futuro, nunca se sabe... Não sei o dia de amanhã”, explicou Jorge Costa que, depois de uma longa carreira como futebolista, até se sente mais vocacionado para dirigente: “Tenho a certeza que vou voltar ao futebol e ao FC Porto, que terá sempre a minha prioridade.” O desfecho ontem anunciado já há muito se desenhava, depois de há cerca de cinco meses ter rescindido o seu contrato com o Standard Liège, da Bélgica, clube que o acolheu quando deixou de fazer parte dos planos de Co Adriaanse, na última época.
O ‘Bicho’, como carinhosamente é tratado pelos colegas, esclareceu que nunca teve problemas com Pinto da Costa: “Ele sabe perfeitamente por que tive de sair do FC Porto. Não queria sentir que estava no grupo por favor.” O ex-jogador acredita que o seu FC Porto vai vencer esta noite o Hamburgo e “conquistar títulos esta época”. No entanto, apesar dos triunfos que os ‘dragões’ têm somado, Jorge Costa repara que tem faltado alguma mística ao FC Porto: “A mística vai passando de jogador a jogador, mas se todos vão saindo...”, denunciou, para quem o mais importante ainda continuam a ser as vitórias.
AS CONFISSÕES DO 'BICHO'
TREINADOR
Jorge Costa vai iniciar na próxima semana um curso de treinadores do II nível. O antigo capitão quer aprender, para no futuro decidir qual vai ser o melhor para ele. Acima de tudo, o ‘Bicho’ tem o propósito de regressar ao futebol e ao seu FC Porto.
BOSINGWA
O capitão não contornou o recente caso Bosingwa: “Os problemas sempre existiram”, esclarecendo que é para isso que os capitães servem. O antigo líder do balneário acrescenta que seria o primeiro a tentar resolver o problema com Bosingwa.
AMIGO BAÍA
Numa possível aventura como presidente do FC Porto, o experiente capitão Jorge Costa não fecha as portas a um outro ícone dos ‘dragões’: “Vítor Baía é um amigo, um símbolo e uma pessoa muito respeitada pelos adeptos do FC Porto.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)