Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Primeiro defendam os clubes

Luiz Felipe Scolari incentivou ontem os ‘seus’ jogadores a darem o máximo pelos clubes, apesar de considerar decisivos os próximos encontros da selecção portuguesa, frente à Bélgica e à Sérvia. E nem as eventuais lesões o assustam.
14 de Março de 2007 às 00:00
Scolari avisa que jogos com Bélgica e Sérvia são decisivos
Scolari avisa que jogos com Bélgica e Sérvia são decisivos FOTO: Tiago Petinga / Lusa
“Não temo perder jogadores-chave da selecção nacional e mais uma vez quero dizer aos jogadores do Sporting, Benfica, FC Porto ou de outra equipa qualquer que, em primeiro lugar, defendam os seus clubes. Façam pelos seus clubes o que eu desejo que façam pela Selecção”, afirmou Scolari, durante a apresentação da nova imagem da Sagres, patrocinador da Selecção.
Os encontros com a Bélgica (dia 24, no estádio José Alvalade) e com a Sérvia (28, em Belgrado) são considerados “decisivos” e o técnico, que divulga amanhã os convocados para a dupla jornada de qualificação para o Euro’2008, não deverá apostar em novidades.
“Verão na quinta-feira. Depende de algumas coisas que temos de analisar. Ainda existem jogos a decorrer. Não podemos prever o que quer que seja. Dentro do normal, será, mais ou menos, o que já conhecem”, declarou ‘Felipão’, que se mostrou algo preocupado com a lesão contraída pelo guarda-redes do Benfica e habitual número dois da Selecção, Quim, no jogo de segunda-feira com a U. Leiria (mais noticiário na pág. 35).
“A partir de hoje [ontem] à tarde, teremos uma informação mais concreta porque, provavelmente, Quim fará uma ressonância magnética e será observado pelo departamento médico. Existe um bom relacionamento entre o nosso departamento e os médicos do Benfica. Esperamos e desejamos que não tenha sido nada mais grave, mas, pela ideia com que fiquei do jogo, prevejo dificuldades”, disse Scolari.
CENTRAL PEPE AINDA NÃO É OPÇÃO
Pepe, defesa central do FC Porto, ainda não é opção para a equipa das quinas. “É uma situação que não existe. Tem nacionalidade portuguesa? Se não tem, não existe. Quando tiver, será outra questão. Não sei se isso acontecerá amanhã. As coisas acontecem e vamos ter de programar tudo dia a dia”, declarou Luiz Felipe Scolari, que se chegou a encontrar com o jogador brasileiro em Lisboa para falar sobre uma eventual chamada à selecção portuguesa.
Sobre as escolhas para a selecção portuguesa, o técnico disse não ter dificuldades e ter já um “grupo formado”.
“Não tenho dificuldade alguma em escolher. Tenho bons jogadores, dentro de um universo que é diferente, por exemplo, do do Brasil, onde temos 99 por cento de opções em cem. Aqui temos 51, porque 49 por cento são estrangeiros. Existe uma diferença que tem de ser bem analisada, mas, mesmo assim, tenho bons jogadores. Não vai ser difícil montar uma equipa com bons atletas. Temos boas alternativas e já temos um grupo formado”, concluiu.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)