Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

PSP queixa-se do FC Porto

Incidentes no Estádio do Dragão.
27 de Fevereiro de 2014 às 09:27
Pinto da Costa (à esq.) desobedeceu à PSP
Pinto da Costa (à esq.) desobedeceu à PSP FOTO: D.R.

A PSP vai participar ao Ministério Público (MP) os incidentes que aconteceram no Estádio do Dragão, após o jogo entre o FC Porto e o Estoril (0-1), no domingo.

Em causa está a desobediência do clube, através do presidente, Pinto da Costa, a uma ordem policial - que tem competência na retirada dos intervenientes de um espetáculo desportivo e entendeu que os jogadores deveriam sair em sentido contrário do estádio.

Outra das situações é um empurrão de um segurança privado a um agente da polícia. Fonte da PSP disse ao CM que o caso será participado "às várias entidades competentes", incluindo o MP e a Liga de Clubes. A PSP lembra ainda que a segurança privada tem o dever de colaborar com as autoridades e de cumprir a lei, o que não terá acontecido no Dragão.

FC Porto Dragão PSP incidentes queixa Pinto da Costa
Ver comentários