Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Quartel-general de Portugal no Euro'2012 atacado

A Federação de Futebol da Croácia tentou empurrar Portugal do hotel Remes, onde a selecção nacional vai ficar hospedada durante a fase final do Euro’2012, em Opalenica, na Polónia.
4 de Fevereiro de 2012 às 00:00
Hotel polaco respeitou acordo com a Federação Portuguesa de Futebol
Hotel polaco respeitou acordo com a Federação Portuguesa de Futebol FOTO: Pedro Catarino
Jakub Wropinski, director do Remes, contou ao CM como tudo se passou. "Portugal foi a primeira selecção a contactar-nos e a fazer a reserva. Depois disso, apareceram, por esta ordem, Itália, Suécia, Croácia e Espanha. Os croatas prometeram-nos dinheiro para rasgarmos o acordo com a Federação Portuguesa, mas eu respondi que, quando faço um negócio, não engano a pessoa. É uma questão de honra", observou.

Jakub Wropinski preferiu não revelar quanto vai custar à FPF a permanência no quartel-general da Selecção em Opalenica, mas garante que os números são muito inferiores ao valor de 33 mil euros/dia avançado pela imprensa espanhola, ao hierarquizar o ranking das selecções que mais vão gastar no evento.

CM sabe que cada quarto vai custar 150 euros diário à FPF, bem menos do que os 335 que pagará a Federação checa. A Grécia, a atravessar uma grave crise económica, vai despender 314 euros por quarto e noite. Seguem-se Polónia (276), Holanda (275), Alemanha (249), Itália (155) e só a Espanha conseguiu um preço mais competitivo, 100 euros. Os negociadores portugueses conseguiram também incluir nos preços a utilização do centro de imprensa e a utilização de todos os campos de treino do complexo desportivo.

Portugal vai realizar os seus jogos na Ucrânia, mas 13 das 16 selecções presentes optaram por ficar no lado polaco, que oferece muito melhores condições de trabalho.

Euro'2012 Portugal FPF Ucrânia Polónia Hotel da Selecção
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)