Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Queiroz “confiante na ilibação completa”

Carlos Queiroz manifestou esta sexta-feira estar “de consciência absolutamente tranquila” quanto ao desfecho do processo que lhe foi instaurado pelo Instituto de Desporto de Portugal sobre os alegados incidentes num controlo antidopagem e defendeu que tem condições para continuar à frente da Selecção Nacional.
13 de Agosto de 2010 às 18:37
Luís Filipe Vieira cumprimenta Carlos Queiroz
Luís Filipe Vieira cumprimenta Carlos Queiroz FOTO: Tiago Petinga/Lusa

“Estou confiante que as conclusões do Conselho de Disciplina só podem, na minha opinião, ser umas: arquivar, ilibação completa”, afirmou o seleccionador nacional à saída da sede da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Sobre se tem condições para continuar no cargo de seleccionador nacional, Carlos Queiroz é peremptório: “Condições? Diria até mais do que nunca”.

O técnico agradeceu ainda “à direcção da Federação por ter conduzido este processo de forma isenta e justa”, e lamentou “alguma precipitação e ingenuidade da parte de alguns responsáveis, quer sejam da Federação, opinião pública ou mesmo da Secretaria de Estado” no tratamento do processo.

“Há alguma indução de factos enganosos que prejudicou esta situação toda”, afirmou o seleccionador, manifestando o desejo de “pôr uma pedra em cima deste assunto”.

Carlos Queiroz esteve hoje na sede da FPF, onde Luís Filipe Vieira foi ouvido como sua testemunha de defes neste processo. O presidente do Benfica lamentou o caso e considerou-o como "completamente absurdo".

Ver comentários