Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Queniano Rudisha bate recorde mundial dos 800 metros

O queniano David Rudisha, 21 anos, estabeleceu este domingo um novo recorde do Mundo dos 800 metros (1.41, 09 minutos), menos dois centésimos de segundo que o anterior máximo, na posse do dinamarquês Wilson Kipketer há 13 anos.
22 de Agosto de 2010 às 16:35
Atleta bateu recorde estabelecido há treze anos
Atleta bateu recorde estabelecido há treze anos FOTO: EFE

O jovem queniano tornou-se no atleta mais rápido na história na distância a percorrer os 800 metros durante o "meeting" de Berlim, prova que dominou de princípio ao fim, tendo percorrido os últimos 300 metros da pista completamente isolado.

Rudisha chegou a Berlim com a terceira melhor marca da história (1.41,51 minutos) e já havia dito que, se continuasse a progredir, mais cedo ou mais tarde bateria a marca de Kipketer, atleta dinamarquês nascido no Quénia.

O também queniano Sammy Tangui fez o papel de lebre e completou a primeira volta à pista (400 metros) em 48,65 segundos, deixando depois o destino da corrida nas pernas de Rudisha, que deixou o segundo classificado, o seu compatriota Boaz Kiplagat Lalang a mais de três segundos.

Rudischa é o único atleta no activo abaixo dos 1.42 minutos nos 800 metros. Antes do jovem queniano, só três atletas o tinham conseguido: Kipketer, o brasileiro Joaquim Cruz, e o lendário britânico Sebastian Coe, actual presidente do comité organizador dos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Vários especialistas na distância têm prognosticado que Rudischa, 22 anos no próximo dia 17 de Dezembro, tem todas as condições para ser o primeiro atleta a baixar dos 1.41 minutos nos 800 metros.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)