Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Real Madrid tropeça no gigante Guaita

O Real Madrid não foi além de um nulo na recepção ao Valência e viu a vantagem para o rival Barcelona reduzir-se para apenas quatro pontos.
9 de Abril de 2012 às 01:00
Mehmet Topal agarra Cristiano Ronaldo por um ombro
Mehmet Topal agarra Cristiano Ronaldo por um ombro FOTO: Chema Moya/Epa

Num jogo intenso e recheado de ocasiões de golo para ambas as equipas, a primeira parte foi equilibrada. Os merengues tiveram mais posse de bola, mas os lances de perigo foram repartidos, com os postes a negarem o golo às duas equipas: primeiro Ronaldo, num violento pontapé de fora da área (7’), depois Ricardo Costa, de cabeça (25’).

Após o intervalo, a toada manteve-se. A equipa de Mourinho mais dominadora, o Valência sempre perigoso em contra-ataque. Ronaldo esteve perto do golo, logo aos 46’, num remate cruzado bem defendido por Guaita (excelente exibição). Os visitantes responderam com um ‘míssil’ de Tino Costa (55’) ao ferro. Até ao fim, as oportunidades sucederam-se nas duas balizas, pelo que, apesar da pressão do Real Madrid, o empate acaba por ser o resultado mais justo.

MESSI PERTO DE RECORDE

Lionel Messi atingiu no sábado a marca de 60 golos apontados numa época ao serviço do Barcelona e está apenas a sete de um recorde com quase 40 anos – em 1972/1973, o ponta-de-lança alemão Gerd Muller apontou 67 golos.

Messi tem pelo menos mais nove jogos para disputar pelo Barcelona até final da época, mas que podem ser dez se a equipa catalã atingir a final da Liga dos Campeões. O recorde está ao alcance da ‘Pulga’.

REAL MADRID MOURINHO RONALDO ESPANHA LIGA BARCELONA MESSI
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)