Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Reforços do Sporting custaram 28 milhões

Passivo aumentou dos 249 para os 276 milhões de euros.
Filipe António Ferreira 2 de Dezembro de 2016 às 08:37
Bas Dost
Bas Dost FOTO: Luís Manuel Neves
A SAD do Sporting gastou 28 milhões de euros em reforços para a época de 2016/2017, segundo dados do relatório e contas do primeiro trimestre da atual temporada.

O holandês Bas Dost (ex-Wolfsburgo) foi o mais caro, com um valor perto dos 11 milhões de euros (10,8). As contas, enviadas à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), revelam ainda que Elias (ex-Corinthians) custou 2,6 milhões de euros por 50 por cento do passe e que Castaignos (ex-Eintracht) foi comprado por 2,7 milhões. Alan Ruiz (ex-Colón) e Spalvis (ex-Aalborg) foram contratados no último trimestre da época passada, mas só ficaram disponíveis para jogar pelos leões em 2016/2017.

O relatório e contas revela ainda que nas novas caras para a atual época, a SAD leonina gastou 4,7 milhões de euros em comissões.

Recorde-se que os leões apresentaram um inédito resultado positivo de 62,9 milhões de euros. Números explicados pela participação na Liga dos Campeões (8,2 milhões de euros), pelo aumento dos direitos televisivos (2,4 milhões) e pelo aumento com receitas de bilheteira, 737 mil euros acima da época passada, mas principalmente pelas mais-valias (59,6 milhões de euros) relativas às vendas de João Mário (Inter) e Slimani (Leicester), receitas que poderão aumentar mediante objetivos.

O passivo cresceu dos 249 milhões para os 276 milhões de euros, à semelhança dos ativos, que subiram dos 224 milhões para os 314 milhões.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)