Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Revoltado: ‘Palito’ gera mal-estar no Dragão

O ambiente era de festa após o triunfo sobre o Sp. Braga (1-0) que relança o FC Porto na revalidação do título, mas a forma como Álvaro Pereira reagiu à substituição no jogo (63’) deixou o técnico Vítor Pereira irritado, que desta vez nem se deu ao trabalho de desresponsabilizar o atleta.
9 de Abril de 2012 às 01:00
Álvaro Pereira foi substituído aos 63 minutos e não calou a sua revolta. Gritou, gesticulou e deu murros no banco de suplentes
Álvaro Pereira foi substituído aos 63 minutos e não calou a sua revolta. Gritou, gesticulou e deu murros no banco de suplentes FOTO: João Moreira

Irritado quando viu a placa com o seu número, Álvaro Pereira gritou, gesticulou, deu murros na cabina dos suplentes e foi preciso Antero Henrique, director-geral do FC Porto, intervir para que o defesa uruguaio se acalmasse. Sentou-se ao lado de Rolando, que também teve idêntica atitude quando foi substituído frente à Académica, e protestou.

O técnico Vítor Pereira, que foi muito rápido a defen-der Hulk de atitude igual, considerando que o brasileiro teria reagido a quente, no final do jogo de Braga limitou-se a ignorar o acto, considerando: "É preciso é valorizar o que interessa e isso é a equipa."

Esta decisão do técnico terá a ver com o facto de o defesa uruguaio ter almoçado com André Villas-Boas, ex-treinador do FC Porto que o quis levar para o Chelsea. Esse encontro não terá agradado a Vítor Pereira nem aos dirigentes portistas, depois da polémica em Agosto sobre a eventual saída do jogador para Inglaterra.

Álvaro Pereira viu o quinto cartão amarelo e vai ficar de castigo na próxima jornada, frente ao Beira-Mar.

FC PORTO ÁLVARO PEREIRA REVOLTA SUBSTITUIÇÃO SP. BRAGA VÍTOR PEREIRA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)