Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Reyes divide Rui Costa e Vieira

Luís Filipe Vieira e Rui Costa têm opinião divergente sobre a continuidade de José Antonio Reyes no Benfica.
27 de Junho de 2009 às 00:00
Divergência entre Rui Costa e Vieira acentua novas tensões
Divergência entre Rui Costa e Vieira acentua novas tensões

O director desportivo luta por todos os meios para que o esquerdino espanhol faça parte do plantel de Jorge Jesus, mas o Correio Sport apurou que o entusiasmo do presidente é menor, por entender que a verba pretendida pelo Atlético de Madrid por 75 por cento do passe do jogador é demasiado alta, tendo em conta o seu salário e o rendimento alcançado durante a época passada.

O Correio Sport sabe também que Rui Costa telefona frequentemente a Reyes, a reavivar o interesso no seu regresso a Portugal, mas da parte do presidente as cautelas têm sido muitas.

Neste momento, o Atlético de Madrid já baixou em 500 mil euros a pretensão inicial para deixar sair Reyes a título definitivo, que era de 6,5 milhões, mas nem por isso há fumo branco.

Como o Correio Sport já noticiou, em cima da mesa está a possibilidade de os encarnados comprarem mais 25 por cento do passe do internacional espanhol, passando a deter 50 por cento, mas a ideia não entusiasma os colchoneros, que necessitam de dinheiro no imediato para atacar o mercado. Segundo fontes próximas do clube espanhol, só dentro de um mês, caso não surjam novidades, o Atlético de Madrid contemplaria aceitar tal solução.

Em qualquer caso, o destino de Reyes parece estar longe de Manzanares, factor que joga a favor do Benfica. O técnico Abel Resino já fez saber à direcção do clube que Reyes, Kléber Santana, Diego Costa e Valera não fazem parte dos seus planos e, embora tenha surgido notícias do interesse de Roma e Fiorentina nos seus serviços, o seu empresário, Mariano Aguilar, garante não ter recebido propostas. Mas sendo um jogador de uma personalidade muito especial, Reyes tem outros agentes, entre eles Dario Canovi, a procurar um clube em Itália, França e Inglaterra, enquanto aguarda por uma decisão final do Benfica.

REGRESSO DIFÍCILl

Reyes foi dos poucos reforços que chegaram à Luz, em 2008-09, a conquistar os adeptos encarnados. Adorou Lisboa, não esconde o desejo de regressar, mas o elevado valor do passe (6 milhões) e o salário (200 mil por mês) são obstáculos difíceis de ultrapassar.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)