Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

“Reyes foi oferecido”

Parece que há a psicose de que eu ando a roubar jogadores ao Benfica." Pinto da Costa reagiu assim aos duelos no mercado com os encarnados.
10 de Julho de 2009 às 00:30
Pinto da Costa durante a visita dos dirigentes do FC Porto à Assembleia da República
Pinto da Costa durante a visita dos dirigentes do FC Porto à Assembleia da República FOTO: Miguel A. Lopes/Lusa

A ‘guerra’ motivou uma reacção de Rui Costa e conheceu um novo capítulo com o alegado interesse em Reyes. "Não interessa ao FC Porto, apesar de um empresário o ter oferecido", disse ontem o presidente portista, acrescentando: "Se houvesse alguma vontade de estar a tirar jogadores ao Benfica, naturalmente e por aquele preço – não pagar nada –, eu ficaria com Reyes."

O líder dos dragões exemplificou ainda a sua posição com a recusa em avançar pelo argentino Shaffer, que rumou à Luz. "Contrataram um defesa-esquerdo na Argentina e não nos metemos. Deixámo-lo ir para lá sem qualquer problema", frisou, à margem de um almoço na Assembleia da República.

Paralelamente ao duelo com o Benfica, Pinto da Costa fecha as portas aos interessados em Bruno Alves. "Não queremos que saia, porque tem um grande significado por ter começado nas nossas escolas", disse.

Já Falcão foi confirmado como alvo, "mas que não estará assim para tão breve". Contudo, o avançado colombiano do River Plate, e último exemplo da ‘guerra’ com o Benfica, sonha com o Dragão. "Seria um passo importante na carreira. É um grande clube."

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)