Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

RICARDO CRITICA VÍTOR BAÍA

O guarda-redes da selecção nacional Ricardo lança hoje, pelas 18h00 no Fórum Montijo, o seu ‘Diário de um sonho’, onde são retratadas na primeira pessoa as experiências vividas durante o Euro’2004.
18 de Julho de 2004 às 00:00
Entre as inúmeras histórias, contadas em 183 páginas, uma chama mais à atenção, aquela onde o guardião do Sporting critica Vítor Baía, por causa de uma entrevista do jogador do FC Porto sobre o Mundial da Coreia e do Japão.
“Recordo-me da frase como se fosse hoje: ‘Os que dizem que mereciam ter jogado no Mundial deviam ter provado isso nos treinos’. Ele referia-se concretamente a mim (...). Sempre admirei muito o Vítor pelo trajecto que fez e pela pessoa que era. Não esperava que um profissional daqueles apontasse o dedo a outro profissional assim (...). Ele podia atribuir as culpas por não ser convocado a qualquer pessoa menos a mim”, pode ler-se no livro de Ricardo, onde o jogador também revela que consideraria a hipótese de o convocar para o Euro’2004.
“Eu, se fosse seleccionador, e se tivesse que convocar os jogadores em função do valor desportivo, talvez chamasse o Vítor. Mas não é só isso que conta”.
No entanto, a publicação conta outras histórias, como o penálti defendido sem luvas frente à Inglaterra, o outro de marcou, as longas palestras de Luiz Felipe Scolari e ainda outros episódios não tão conhecidos do público em geral.
EXCERTOS DO LIVRO
"Naquela tarde de Fevereiro também estava em pulgas. Só conhecia Scolari de fotografias e televisão (...). Chamou-me à parte e teve uma conversa que me marcou até hoje (...) disse que contava seriamente comigo." Ricardo sobre Scolari
"Escrever que Scolari assinou pelo Benfica, antes de um jogo no Porto é meio caminho andado para virar a cabeça dos adeptos. (...) O mister não tem contemplações! Arrancou em direcção à sala de imprensa e cortou o mal pela raiz" Ricardo sobre Scolari
"O Sonho chegou ao fim. Não ganhámos a Taça, mas ganhámos uma bandeira, um orgulho, um país... O sonho acabou mas o país continua a sonhar. Ganhámos! E ponto final." Ricardo sobre o Euro’2004
Ver comentários