Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

RODOLFO MOURA TROCA SPORTING PELO BENFICA

O fisioterapeuta Rodolfo Moura rescindiu ontem o seu contrato com o Sporting e, segundo o CM apurou, vai ingressar no Benfica, fazendo o pleno dos grandes, uma vez que também já passou pelas Antas. A SAD leonina emitiu um comunicado, no qual anuncia que o final da ligação com Rodolfo Moura será válido a partir do dia 30 de Junho. Até lá, o fisioterapeuta ainda tem pela frente uma viagem ao Brasil, dando seguimento à recuperação do médio Fábio Rochemback.
27 de Maio de 2004 às 00:00
No ‘site’ dos ‘leões’ podia ler-se: “A Sporting, SAD e o fisioterapeuta Rofolfo Moura puseram termo ao vínculo laboral que vigorou nas últimas três temporadas. As partes acordaram em revogar com efeitos a partir de 30 de Junho o contrato (...), antecipando assim o seu termo para o final da presente época desportiva”.
Rodolfo Moura termina assim a sua ligação ao Sporting após três épocas ao serviço dos ‘leões’, quando ainda faltava cumprir mais uma temporada. Durante esse período, o fisioterapeuta foi sempre muito acarinhado pelos jogadores do Sporting, em virtude das suas recuperações quase milagrosas. Os melhores exemplos disso foram os casos de Niculae, Beto e Jardel, entre outros. A única excepção terá sido mesmo Sá Pinto, tendo existido um desentendimento entre os dois após a lesão sofrida pelo avançado em Novembro de 2001. Moura aconselhou Sá Pinto a recorrer à cirurgia, mas este pensou que um tratamento convencional o ajudaria a estar presente no Mundial e rompeu relações com o fisioterapeuta. O tempo deu razão a Moura.
PESEIRO NEGA CONTACTOS
Um dia após a reunião inconclusiva, entre a Sporting, SAD e Fernando Santos – na qual se tentou chegar à rescisão com o técnico –, aquele que é apontado como o principal candidato ao seu lugar, José Peseiro garantiu não existirem contactos com os responsáveis ‘verde-e-brancos’. “Já se falou tanta coisa nos jornais que não vale a pena eu estar a comentar nada. Não falei com Sporting nenhum, esta é a única realidade”, afirmou Peseiro, em declarações ao ‘site’ ‘Maisfutebol’, assegurando que não voltará a repetir a experiência como treinador adjunto: “Vou ficar aqui por Madrid, não sei ainda por mais quanto tempo. A única certeza é que a rescisão de contrato com o Real Madrid está completamente resolvida. Outra certeza é que depois da passagem pelo Real Madrid como treinador adjunto, voltarei a ser treinador principal”.
Ver comentários