Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Ronaldo bisa e dá ajuda ao Chelsea

Cristiano Ronaldo foi a grande figura do jogo de ontem entre o Arsenal e o Manchester United, ao apontar dois golos e a ajudar a garantir a vitória da sua equipa por 4-2 frente aos ‘gunners’.
2 de Fevereiro de 2005 às 00:00
O jogador português apontou os segundo e terceiro golos dos ‘red devils’ – leva já cinco tentos marcados no campeonato – e foi um dos melhores em campo, contribuindo para a subida do Manchester ao segundo lugar da ‘Premier League’. Este é um resultado que pode beneficiar o Chelsea, que hoje defronta o Blackburn Rovers. Se vencer, o Chelsea aumenta a vantagem sobre o segundo para onze pontos.
Em jogo da 25.ª jornada, em Londres, Arsenal e Manchester United protagonizavam o grande embate da ronda. Num jogo disputado a grande ritmo, os ‘gunners’ adiantaram-se no marcador logo aos nove minutos com um golo de Patrick Vieira. Pouco depois (19’), Giggs fez o empate, mas Bergkamp (35’) colocou o Arsenal novamente em vantagem. A equipa de Wenger acabou a primeira parte a pressionar e podia mesmo ter voltado a marcar, num período em que o Manchester quase se limitava a defender.
No início do segundo tempo, foi o Arsenal que voltou a estar perto de marcar, mas aos 55 minutos, Ronaldo, numa arrancada pelo lado esquerdo, rematou cruzado e estabeleceu o empate, apontando um bom golo. Quatro minutos depois, o jovem português voltou a marcar, após espectacular jogada de Giggs na direita.
O Arsenal sentiu o golo e foi o Manchester que melhor jogou nesta fase. No entanto, Silvestre foi expulso (69’) e Ronaldo acabou por ser o sacrificado, saindo para dar o lugar a Brown. Ainda assim, a jogar com dez elementos, foi o Manchester United quem chegou novamente ao golo, através de um belo tento, apontado por O’Shea.
LIVERPOOL VENCE FORA
Quem alcançou também uma boa vitória fora foi o Liverpool. Ontem, venceu o Charlton por 2-1, mantendo assim o quinto lugar da Liga. Já o Tottenham, com Pedro Mendes a titular, foi batido no terreno do Bolton por 3-1.
A expulsão de Kanoute, quando o resultado ainda estava 1-1, revelou-se decisiva, pois a partir de então o Tottenham não mais se encontrou e sofreu dois golos até ao final da partida. Desta forma, a equipa de Pedro Mendes desceu um lugar na classificação, ocupando agora a nona posição.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)