Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Ronaldo 'cozinha' goleada e bate recorde no jogo frente à Lituânia

Capitão das quinas marcou quatro golos e chegou aos 93 pela seleção nacional.
Sérgio Pereira Cardoso 11 de Setembro de 2019 às 01:30
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo marcou o seu 90º golo pela seleção
Cristiano Ronaldo marcou o seu 90º golo pela seleção
Ronaldo celebra o seu 90º golo pela seleção
 Ronaldo marcou o seu 90º golo pela seleção
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo marcou o seu 90º golo pela seleção
Cristiano Ronaldo marcou o seu 90º golo pela seleção
Ronaldo celebra o seu 90º golo pela seleção
 Ronaldo marcou o seu 90º golo pela seleção
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo marcou o seu 90º golo pela seleção
Cristiano Ronaldo marcou o seu 90º golo pela seleção
Ronaldo celebra o seu 90º golo pela seleção
 Ronaldo marcou o seu 90º golo pela seleção
Ronaldo, Ronaldo, Ronaldo e Ronaldo. William até fechou o resultado em 5-1, mas foi o capitão da seleção nacional a encher a barriga com mais quatro golos de quinas ao peito.

O jogo chegou a estar complicado, com a fome a dar em fartura com um frango para figurar nos mais divertidos vídeos do YouTube. Portugal segue na rota do Euro 2020.

Três trocas de Santos em relação à vitória na Sérvia, com particular destaque para a presença de Félix na vez de Gonçalo Guedes. Creria o selecionador que quem muda Deus ajuda, e a verdade é que os sorrisos não demoraram a aparecer.

O menino dos 120 milhões combinou bem com Ronaldo e viu o cruzamento travado com a mão por um lituano. CR7, dos 11 metros, fez o primeiro. Com vantagem no marcador, e tamanha a facilidade com que se chegava à área, parecia tudo fácil. Só que as aparências iludem. E muito, diga-se.

A avalancha ofensiva lusa deixou Cristiano umas boas cinco ou seis vezes na cara do golo, mas ora por menor jeito, ora por intervenção plena de Setkus, as redes lituanas não abanariam tão cedo.

Aliás, ainda na onda dos ditos populares, já se sabe que quem não marca arrisca-se a sofrer. Canto para a Lituânia e Félix a perder o duelo aéreo com Andriuskevicius. Tão complicado como o nome do defesa lituano ficava o panorama para a equipa lusa. Festa dos da casa.

Seguiram-se mais disparos de Félix, Ronaldo, Cancelo e Bruno Fernandes. Só que Setkus parecia - sublinhe-se, parecia - estar em noite inspirada e contava com o desacerto alheio. No sintético e sinteticamente, ao intervalo, 5-15 em remates. 1-1 no que mais interessa.

Eis que, a meia hora do fim do jogo, chegou o prato principal - frango do melhor. Remate fraco de Cristiano Ronaldo e o até aí herói Setkus virou vilão num ‘quase’ autogolo.

A bola ficou a saltitar e acabou por cair no ombro do guardião antes de entrar para o 2-1. Uma delícia que não travou a fome de CR7. Mais dois tiros certeiros do capitão deixam-no cada vez mais com números de Olimpo futebolístico. São já 93 os tentos por Portugal.

O póquer de Ronaldo - aplaudido pelo público lituano - acabou em mão-cheia por via de uma ajuda de William a fechar o resultado que mantém a turma das quinas na rota certa para defender o título no Europeu de 2020. Só é preciso não adormecer no caminho. Até porque o seguro morreu de velho.

Análise
Um, dois, três, quatro... 93!
Cristiano é assim. Até parecia estar numa noite menos feliz, quando o ‘ketchup’ voltou a aparecer com o frango de Setkus. Mais quatro golos para a conta dos 93 tentos do capitão pela seleção nacional.

Cantos sem cisnes
Segundo golo sofrido de canto em dois jogos. João Félix perdeu o duelo com o adversário e ficou como patinho feio no 1-1. Por falar em aves, o frango de Setkus é difícil de perceber.

Sem problemas
Analisou bem o penálti que deu o primeiro golo a CR7. Algumas dúvidas no posicionamento do capitão no terceiro tento, mas parece estar em linha.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)