Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Ruben Faria ganha etapa

O motard português Ruben Faria viveu ontem o seu momento de glória ao ganhar a última etapa do Rali Dakar – 14ª entre San Rafael e Buenos Aires –, mas a principal figura nacional na prova foi Hélder Rodrigues (Yamaha) que igualou a melhor classificação de sempre de um português neste mítico rali, o 4º lugar [Carlos Sousa].
17 de Janeiro de 2010 às 00:30
Motards portugueses em destaque no último dia: Faria vence etapa e Rodrigues termina em quarto da geral
Motards portugueses em destaque no último dia: Faria vence etapa e Rodrigues termina em quarto da geral FOTO: Jacky Naegelen/Reuters

"Estou muito contente, pois provei que tenho andamento e capacidade para andar com consistência na frente do Dakar", disse Hélder Rodrigues, confiante no futuro: "Estou em forma e altamente motivado. Sou de longe o mais jovem dos pilotos da frente. Sinto que posso vencer o Dakar."

O triunfo das motos foi para Cyril Despres (KTM), seguido de Ullevalseter (KTM) e Francisco Lopes (Aprília). Ruben Faria ficou em 11º da geral.

Nos automóveis, Carlos Sainz resistiu à pressão de Al-Attiyah – o espanhol acusou o qatariano de ter batido propositadamente no seu carro – e sagrou-se vencedor, apesar de ter perdido a etapa. A derradeira jornada não trouxe novidades para a classificação dos portugueses na geral. Carlos Sousa manteve o seu sexto lugar, Miguel Barbosa (Mitsubishi) segurou o 12º, duas posições acima de Ricardo Leal dos Santos (BMW).

BALANÇO POSITIVO: Hélder Rodrigues

O balanço desta minha quarta participação no Dakar é naturalmente muito positivo, pois fui sempre muito rápido e competitivo. Estou muito contente, pois provei que tenho andamento e capacidades para andar com consistência na frente do Dakar. Estou em forma – chego ao fim sem lesões ou problemas físicos - e altamente motivado para continuar a apostar no Dakar. Sou de longe o mais jovem dos pilotos da frente e depois deste resultado sinto que vencer um Dakar é um sonho que está ao meu alcance e que posso concretizar a curto prazo!

Hoje ataquei ao máximo durante toda a etapa, sabia que a margem de manobra para subir era escassa – pois em velocidade não podia competir com as motos de maior cilindrada. Mesmo assim dei tudo por tudo, mas a 20 quilómetros do fim a mousse [pneu] da roda de trás derreteu e tive que moderar o andamento para chegar à meta.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)