Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

RUI BARROS: ESPÍRITO DE UNIÃO É IGUAL A 1987

A primeira e até agora única vitória do FC Porto na Supertaça Europeia, em 1987, deu a conhecer ao Mundo Rui Barros, que logo na época seguinte acabaria por se tornar numa das figuras de topo da Juventus. Hoje, o ex-jogador portista encontra semelhanças entre o actual FC Porto e o de há 16 anos.
28 de Agosto de 2003 às 00:00
Rui Barros relembrou ao CM a sua presença na Supertaça em 1987
Rui Barros relembrou ao CM a sua presença na Supertaça em 1987 FOTO: Pedro Trindade (Record)
Correio da Manhã – No dia da 1.ª 'mão' da Supertaça ganha pelo FC Porto ao Ajax, em 1987, o Rui Barros fazia 22 anos e festejou com o único golo do encontro. Ainda tem presentes as emoções desse dia?
Rui Barros – Sem dúvida. Tinha regressado do Varzim, um clube modesto, e ao chegar ao FC Porto, equipa campeã europeia, logo senti que ia ter dificuldades. Nessa altura o meu objectivo era apenas ficar no plantel. Mas passado pouco tempo já estava a realizar um sonho que era disputar uma Supertaça Europeia, onde ainda por cima tive a felicidade de marcar um golo. Penso que foi o meu primeiro momento importante a nível internacional, muito marcante para a minha carreira.
- Que semelhanças encontra entre o FC Porto de agora e o de 1987?
- Para se ganhar uma competição europeia tem de se ter uma grande equipa e isso era bem visível tanto em 1987 como em 2003. Mas acho que a maior semelhança é que continua a existir um grande espírito de união dentro do clube. Quando assim é as coisas são mais simples e é mais fácil ganhar. Notam-se as semelhanças pela amizade, pelo querer e pela união existente entre os jogadores. Acima de tudo é isso.
- Pinto da Costa disse após a vitória na Taça UEFA que esta era a equipa mais forte que conheceu no FC Porto, mais do que a campeã europeia em 1987. Comunga da mesma opinião?
- Sim. Foi, e é, de facto, uma equipa extraordinária. Todos os jogos eram bonitos de ver, repletos de oportunidades, grandes golos... Não está em causa que os campeões europeus de 1987 também tenham realizado grandes jogos, mas a regularidade que o FC Porto apresentou na temporada passada foi impressionante e difícil de repetir.
- O Rui Barros teve a oportunidade de observar o Milão. Para que é que o FC Porto deve estar preparado?
- O Milão é uma equipa muito forte em todos os sectores, mas José Mourinho sabe bem qual a táctica para utilizar neste jogo. É uma equipa italiana, que, por vezes, apresenta um futebol pouco bonito, mas muito complicado para o adversário, pois deixa poucos espaços. Além disso, é uma equipa que possuiu profunda experiência internacional e grandes jogadores que podem desequilibrar a qualquer momento. Mas o FC Porto também os tem.
- O que é que faz mais falta para fazer a diferença?
- Acho que numa final, como é o caso da Supertaça Europeia, é sempre preciso ter um pouco de sorte, pois a nível de hipóteses acho que há 50 por cento para cada lado. Outra questão muito importante é existir respeito pelo adversário, tal como aconteceu com o Celtic. Isso é meio caminho andado.
- O jogo no Mónaco marca também o regresso de Rui Barros ao principado onde passou excelentes momentos enquanto jogador. Algum sentimento especial?
- Uma satisfação natural, pois gosto muito daquela cidade. Passei lá três anos muito bons. Agora mantenho uma colaboração com o FC Porto e este regresso ao Mónaco assume, de facto, outra importância devido à prova em causa. Vai ser uma excelente oportunidade para rever amigos.
PERFIL
Nome: Rui Gil Soares Barros
Idade: 37 anos (24/11/65)
Internacionalizações: 36 (4 golos)
Clubes representados: Sp. Covilhã (84/85); Varzim (85/86 e 86/87); FC Porto (87/88; 94/95 a 99/2000); Juventus (88/89 e 89/90); Mónaco (90/91 a 92/93) e Marselha (94/94)
Títulos: 6 campeonatos nacionais; 2 Taças de Portugal; 1 Supertaça de Portugal; 1 Taça Intercontinental (1987); 1 Supertaça Europeia (1987); 1 Taça de Itália (88/89); 1 Taça de França (91/92) e 1 Taça UEFA (89/90)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)