Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

RUI SILVA FALHA PÓDIO

Portugal perdeu ontem as suas principais apostas para uma subida ao pódio nos Mundiais de atletismo que decorrem até domingo em Paris. Obikwelu desapontou nos 200 metros, enquanto o quinto lugar obtido por Rui Silva na final dos 1500 metros sabe a (muito) pouco...
28 de Agosto de 2003 às 00:00
RUI SILVA FALHA PÓDIO
RUI SILVA FALHA PÓDIO FOTO: António Cotrim (Lusa)
Depois de evidenciar toda a sua categoria nas eliminatórias e meia-final, Rui Silva adoptou a mesma táctica (correr de trás para a frente), mas, desta feita, apesar da sua excelente recuperação não conseguiu chegar às medalhas, ficando a escassos 56 centésimos do terceiro lugar.
O vencedor incontestado foi o tetracampeão mundial da distância, o marroquino Hicham El Guerrouj, com o crono de 3.31,77 minutos, sendo seguido pelo francês Mehdi Baala (campeão europeu) e pelo surpreendente ucraniano Ivan Heshko, que na recta da meta iniciou o ‘sprint’ ao lado do português Rui Silva, que ainda foi ultrapassado pelo queniano Paul Korir.
Apesar do quinto lugar de Rui Silva ser o melhor resultado de Portugal até ao momento nestes ‘Mundiais’, a verdade é que se esperava mais dele, nomeadamente uma subida ao pódio.
Em mais um dia sem brilho para as cores portuguesas, registo ainda para o apuramento de Carla Sacramento para as meias finais dos 1.500 metros. A portuguesa terminou no sétimo lugar na terceira e última série, com 4.13,70 minutos.
A grande desilusão do dia acabou por ser Francis Obikwelu, precocemente eliminado na primeira ronda dos 200 metros. Medalha de bronze nos Mundiais de Sevilha (pela Nigéria) e vice-campeão europeu no passado ano, já com a camisola das ‘quinas’, Francis Obikwelu assumiu as responsabilidades do fraco desempenho: “A culpa é minha e de mais ninguém. Tentei correr rápido, mas não consegui, pois senti muitas dores no nervo ciático. Até paguei ao fisioterapeuta (um canadiano) para estar aqui comigo a trabalhar na recuperação, infelizmente não foi possível”. No entanto, Obikwelu, que ficou a quase um segundo do seu melhor, revelou: “Espero correr melhor em 2004, uma vez que estou a ficar sem dinheiro: não tenho recebido e há quatro meses que não vou a ‘meetings’, o que também me faz perder dinheiro”.
FINAIS DO DIA
1500 METROS (m)
1.º Hicham El Guerrouj (Marrocos) - 3.31,77
2.º Mehdi Baala (França) - 3.32,31
3.º Ivan Heshko (Ucrânia) - 3.33,47
400 METROS/BARREIRAS (f)
1.º Ana Guevara (México) - 48,89 s
2.º Lorraine Fenton (Jamaica) - 49.43
3.º Amy Mbacke Thiam (Senegal) - 49,95
LANÇAMENTO DO PESO (f)
1.º Svetlana Krivelyova (Rússia) - 20.63 m
2.º Nadezhda Ostapchuk (Bielorrússia) - 20.12 m
3.º Vita Pavlysh (Ucrânia) - 20,08 m
100 METROS/BARREIRAS (f)
1.º Perdita Felicien (Canadá) - 12.53
2.º Brigitte Foster (Jamaica) - 12.57
3.º Miesha McKelvy (EUA) - 12.67
MARCHA 50 KM (m)
1.º Robert Korzeniowski (Polónial) - 3:36.03
2.º German Skurygin (Rússia) - 3:36.42
3.º Andreas Erm (Alemanha) - 3:37.46
DECATLO
1.º Tom Papas (EUA) - 8.750 pts
2.º Roman Sebrle (Rep. Checa) - 8.634
3.º Dmitriy Jarpov (Cazaquistão) - 8.374
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)