Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

SAD quer gestor para o futebol

Luís Filipe Vieira quer contratar um gestor profissional para o futebol do Benfica. Com esta estratégia, o líder da SAD tenciona dar ainda mais atenção à recuperação financeira, valorização da história e património do clube, sem precisar de se preocupar tanto com questões relacionadas com o dia-a-dia da equipa de futebol.
26 de Maio de 2011 às 00:30
Vieira já pediu a Rui Costa para estar mais perto do plantel do Benfica
Vieira já pediu a Rui Costa para estar mais perto do plantel do Benfica FOTO: João Miguel Rodrigues

O CM sabe, no entanto, que a escolha desse profissional não passará por nomes como Octávio Machado, Humberto Coelho ou José Couceiro. De acordo com as fontes contactadas, o perfil do vice--presidente executivo do Standard Liège, Luciano D’Onofrio, enquadrava-se nas ideias de Vieira. Contudo, o antigo empresário de futebolistas tem outras opções profissionais que não lhe permitem aceitar o cargo.

O CM apurou também que a vontade de Vieira em contratar um gestor profissional com conhecimentos profundos dos meandros do futebol internacional foi incentivada pela desilusão sentida em relação a alguns empresários com quem trabalhou recentemente.

Neste momento, aliás, é o próprio presidente do Benfica quem está a tratar da contratação de novos reforços. "Ele fala directamente com os clubes", contou uma fonte bem informada.

A vinda de um gestor esvaziaria ainda mais o papel do director desportivo Rui Costa, que, na perspectiva de Luís Filipe Vieira, está a amadurecer como dirigente. Certo é que o antigo jogador terá um papel mais interventivo junto do plantel encarnado.

"CARDOZO ESTÁ FELIZ"

O empresário de Cardozo, Pedro Aldave, garante que o internacional paraguaio não tem intenções de deixar o Benfica. "Ele sente-se feliz e quer ficar", garantiu o agente, acrescentando desconhecer a proposta do Dínamo de Kiev. No entanto, apesar de Aldave fugir ao assunto, os russos continuam a tentar contratar o goleador dos encarnados por 18 milhões de euros. Mesmo assim, Luís Filipe Vieira continua irredutível em vender.

Segundo apurou o Correio da Manhã, o presidente das águias considera que 25 milhões de euros é um valor justo para o paraguaio e não está disposto a ceder muito.

À espera da conclusão deste processo estão os prováveis sucessores: o brasileiro Leandro Damião (21 anos) e o uruguaio Santiago Garcia (20). Assegurado está o ex--Barcelona Nolito (24).

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)