Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Salvador vai a Fátima a pé

Se o Sp. Braga se sagrar campeão nacional, António Salvador e Mesquita Machado vão a Fátima a pé. A revelação foi feita pelo próprio presidente da Câmara de Braga no final da reunião da autarquia da passada quinta-feira à noite. O presidente do Sp. Braga e o autarca estão dispostos a contornar o cansaço e a distância que separa as duas cidades (270 km) no caso de o Braga ficar à frente do Benfica. Além da ida a Fátima, Mesquita e Salvador também prometem "um banho em tronco nu" na Fonte Luminosa, em plena Avenida Central, Braga.
8 de Maio de 2010 às 00:30
Salvador e Mesquita (dir.) prometem andar 270 km a pé
Salvador e Mesquita (dir.) prometem andar 270 km a pé FOTO: Amândia Queirós

Os minhotos que não garantiram viagem para a Madeira, para assistir ao jogo com o Nacional, podem ver o Sp. Braga num ecrã gigante instalado junto à Arcada, na Avenida Central. Depois do jogo, os adeptos vão concentrar-se no Aeroporto Sá Carneiro para uma recepção apoteótica à equipa, às 23h30. Com ou sem título, Domingos Paciência e os futebolistas vão ter festa no centro da cidade e recepção solene nos Paços do Concelho, na segunda-feira de manhã (11h30). Contagiado pela crença minhota no título, Matheus disse ontem que "o Braga merece mais o título do que o Benfica". "Temos o segundo lugar mas acreditamos que o primeiro é possível. Vamos ganhar na Madeira e esperar pelo que vai acontecer. Como é óbvio, queremos que o Rio Ave vença na Luz", afirmou.

"O Braga seria um justo campeão. O Benfica tem feito um bom campeonato mas nós merecemos mais", reforçou.

Também ontem, a Comissão Disciplinar da Liga indeferiu o protesto do V. Guimarães relativo ao jogo com o Sp. Braga da jornada 25. Considerou "não ter sido provada a violação das leis do jogo por parte da equipa de arbitragem", liderada por Artur Soares Dias. Em causa um penálti de Moisés que o ‘juiz’ assinalou e em que voltou atrás. O mesmo jogador também viu um amarelo que depois foi anulado.

Ver comentários