Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

SAUDADE DE MOURINHO

Maciel está triste e nem o facto do ‘seu’ FC Porto ter derrotado o rival Benfica no clássico serve para tranquilizar o extremo brasileiro.
19 de Outubro de 2004 às 00:00
“Vibrei muito com o triunfo, mas, por outro lado, senti uma grande tristeza por não contribuído”, diz, reconhecendo, ao CM, estar a passar a pior fase desde que um dia cruzou o Atlântico rumo à SuperLiga. “Sinto-me triste. Nunca passei por um momento destes e não consigo perceber a razão por que não jogo”, dispara, antes de, devidamente justificada, soltar uma perigosa confissão.
“Treino bem durante a semana, sempre nos limites. Luto, corro, mas não tenho oportunidades. Desde que o ‘mister’ Fernández chegou apenas joguei oito minutos. Assim é difícil. E é por isso que tenho saudades do ‘mister’ José Mourinho. Com ele, tanto em Leiria como no FC Porto, jogava regularmente”, lembra, assumindo dificuldades em gerir a actual condição de... carta fora do baralho: “Chegar ao FC Porto foi o concretizar e o presidente sabe bem quanto desejei vestir esta camisola. Mas vim para jogar e ganhar títulos e isso não tem acontecido. Por isso, acho que é natural que esteja entristecido”, explica, servindo-se de um curioso exemplo. “Mesmo no jogo de apresentação, fui o único jogador que não foi utilizado. É difícil entender...”, sustenta.
Mas Maciel não ataca Fernández.
“Sei que quer o melhor para a equipa e tenho de respeitar as suas opções, mas isso não invalida o que eu disse. Eu quero jogar”, sustenta, recusando, para já, pensar numa saída do ‘dragão’: “Espero é que a situação mude. É aqui que eu quero jogar. Mas sou profissional de futebol... e não posso sentir-me feliz”, adianta Maciel.
LUÍS FABIANO FALHA PARIS
O brasileiro Luís Fabiano, que já falhou o confronto com o Benfica devido a uma tendinite no adutor esquerdo, não viaja esta manhã para a capital francesa onde amanhã o FC Porto defronta o Paris Saint-Germain no jogo referente à terceira jornada do Grupo H da Liga dos Campeões. Para o embate com o PSG, que vai ser dirigido pelo árbitro italiano Pierluigi Collina, o técnico Víctor Fernández convocou os mesmos 19 futebolistas que havia chamado para a vitória na Luz: Vítor Baía, Nuno, Seitaridis, Jorge Costa, Pepe, Ricardo Costa, Areias, Costinha, Maniche, Diego, Carlos Alberto, Bosingwa, Raul Meireles, Hugo Leal, McCarthy, Derlei, Quaresma, Postiga e Hugo Almeida. No treino de ontem, Jorge Costa e Maniche não treinaram por precaução, enquanto os restantes titulares no triunfo da Luz fizeram corrida e ginásio.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)