Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

SCOLARI CONVOCA HUGO VIANA

A chamada de Hugo Viana é a principal novidade na convocatória do seleccionador nacional Luiz Felipe Scolari, para o jogo da próxima quarta-feira, com a Holanda, em Roterdão.
26 de Abril de 2003 às 00:11
SCOLARI CONVOCA HUGO VIANA
SCOLARI CONVOCA HUGO VIANA
De acordo com o técnico brasileiro, a carreira do jovem médio do Newcastle, que ainda não havia sido chamado pelo treinador nacional devido às lesões que o têm afectado, tem sido acompanhada com muita atenção. “Temos falado com o jogador pelo menos uma vez por semana e queremo-lo junto do grupo. Infelizmente o Hugo teve uma recaída da lesão, no jogo de qualificação dos sub-21, mas fez recuperação e jogos no Newcastle”, revelou Scolari.
Outro futebolista de regresso ao lote de convocados da selecção nacional é o central ‘leonino’ Beto. Apesar da época do jogador ‘leonino’ também ter sido algo atribulada devido a lesões, Scolari revelou que recebeu boas indicações por parte de do técnico sportinguista Laszlo Bölöni acerca do mundialista.
“A convocação de Beto deve-se ao facto de ter conversado com Bölöni e, como pessoa que tem um conhecimento profundo do futebol e pela amizade que nos une, isso permitiu-me obter uma resposta concreta. O Beto é um jogador que vai fazer parte da equipa para este jogo, depois vamos ver”, explicou o treinador.
Na convocatória anunciada ontem, no decorrer de uma conferência de Imprensa no Jamor, surgiram uma vez mais os nomes de Rogério Matias e Luís Loureiro, dois jogadores que impressionaram Scolari. Aliás, o médio gilista mereceu mesmo os elogios do seleccionador nacional: “Luís Loureiro conseguiu conquistar o seu espaço porque mostrou confiança e qualidade. Tem um bom porte físico e características importantes para agradar a qualquer técnico”.
‘DRAGÕES’ POUPADOS
Para este embate com a ‘laranja mecânica’, destaque-se a ausência do portista Paulo Ferreira, jogador ‘titularíssimo’ com Scolari – Costinha (lesionado) e Postiga (castigado) foram outros ‘dragões’ a ficar de fora.
Scolari justifica a saída de Paulo Ferreira com o calendário carregado dos ‘azuis-e-brancos’. “Todo o planeamento foi feito tendo em atenção que existem equipas que estão a disputar meias-finais e finais, como é o caso do FC Porto. Tenho de esperar que os jogadores cheguem porque ainda podem haver alterações, mas tenho a ideia básica do que será a equipa”, referiu o treinador.
Finalmente, quantos aos objectivos e expectativas para esta partida com a Holanda, Scolari garantiu que as metas continuam a ser as mesmas: fazer experiências e efectuar uma melhor observação de alguns jogadores. “Espero a mesma coisa que esperava nos outros jogos. É um jogo de observação para o qual já tenho uma ideia de equipa, possíveis substituições e um esquema de jogo”, concluiu ‘Felipão’.
Lista de convocados: Miguel, Tiago, Simão e Nuno Gomes (Benfica); Beto e Rui Jorge (Sporting); Deco e Maniche (FC Porto); Ricardo (Boavista), Quim (Sp. Braga), Fernando Couto (Lazio), Meira (Estugarda), Rogério Matias (V. Guimarães), Rui Costa (Milan), Luís Loureiro (Gil Vicente), Hugo Viana (Newcastle), Figo (Real Madrid) e Pauleta (Bordéus).
TÉCNICO FAZ BALANÇO POSITIVO
Chegou há pouco mais de três meses a Portugal e já disputou três partidas à frente da equipa das quinas. No campo desportivo, Luiz Felipe Scolari registou, até ao momento, uma derrota (0-1, em Itália) e duas vitórias, uma das quais sobre o ‘pentacapeão’ Brasil. Mas como tem sido, para Felipão, esta aventura em terras de Camões? Estarão as coisas a correr como havia pensado? “Não era como o previsto, mas as contrariedades que tenho tido – nomeadamente a dificuldade de poder contar com um ou outro atleta –, dão-me a oportunidade de ter outros conhecimentos e permite o envolvimento de outros atletas. Quando chegamos temos uma ideia que, mais tarde, temos de modificar. O balanço geral é bom. Ficará excelente quando atingirmos o nosso objectivo”, disse Scolari.
Relativamente à polémica sobre os jogos da selecção nacional programados para os dias 7 e 11 de Maio (a última partida disputa-se quatro dias antes da final da Taça de Portugal entre U. Leiria e FC Porto), Scolari garantiu que irá disputar os jogos, não importa quem seja o adversário, até porque são encontros que já estavam no calendário da selecção. ´
O ORGULHO LUSITANO DE FELIPÃO
Mais do que os convocados para o jogo com a Holanda, ontem, o assunto do dia era a passagem do FC Porto à final da Taça UEFA, em Sevilha.
Luiz Felipe Scolari felicitou o finalista e sublinhou também o bom percurso que a formação do Boavista efectuou durante toda a prova, mostrando-se orgulhoso por poder estar a trabalhar em Portugal neste momento marcante para o futebol nacional. “Tenho orgulho em estar em Portugal, já que chegou uma equipa às meias-finais e outra à final da Taça UEFA. Parabéns ao FC Porto e ao Boavista, pelo trabalho bem feito. Espero que esta caminhada traga mais confiança e a possibilidade de termos uma equipa mais competitiva para lutarmos pela conquista do Euro’2004”, disse.
Quando interrogado sobre se contava ir até Sevilha para assistir à final da Taça UEFA, Scolari disse que espera lá estar. “Pretendo ir a Sevilha. Vamos esperar para ver o que a Federação tem previsto, mas provavelmente estarei presente”, concluiu.
HUGO VIANA: QUE TUDO CORRA BEM
A época não tem corrido de feição, com várias lesões a impedirem Hugo Viana de mostrar todo o seu potencial, quer no Newcastle, quer na selecção. Para já, a sorte do jovem médio parece estar a mudar e esta chamada à selecção é mais um sinal.
“As coisas têm estado a correr bem, porque depois da lesão tenho jogado. Fiz dois jogos a titular e estive sempre à espera que a chamada à selecção acontecesse. Espero que tudo me corra bem na selecção e que consiga corresponder ao que o técnico quer de mim. Estou satisfeito, embora já não possa mostrar muito mais do que tenho feito”, referiu Hugo Viana.
Entretanto, a ausência do portista Paulo Ferreira do lote de convocados para o encontro com a Holanda poderá possibilitar a entrada para a equipa titular do benfiquista Miguel. O jogador está a atravessar um bom momento ao serviço da equipa ‘encarnada’ e garante que irá corresponder às expectativas de Luiz Felipe Scolari: “Só o facto de ser chamado é um motivo de grande orgulho. Se for titular vou tentar corresponder às expectativas”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)