Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

"Se não ganharmos acabou"

O médio do Dínamo de Kiev assegura que nenhum jogador pensa em "relaxar, repousar, nas férias ou nos clubes"
5 de Junho de 2013 às 01:00
Miguel Veloso, ontem no treino da Seleção Nacional, na Praia d'El Rey, em Óbidos
Miguel Veloso, ontem no treino da Seleção Nacional, na Praia d'El Rey, em Óbidos FOTO: Carlos Barroso

"Se não ganharmos, acabou." O aviso foi deixado ontem por Miguel Veloso, no estágio da Seleção em Óbidos, sobre o jogo com a Rússia, no Estádio da Luz (sexta-feira, 20h45), decisivo para a qualificação de Portugal para o Mundial 2014, no Brasil.

O médio do Dínamo de Kiev reconheceu que não esperava que as contas fossem tão complicadas e que, agora, "a margem de erro é muito menor". "Esperemos que no final a calculadora seja uma boa amiga", frisou.

"A Rússia está em primeiro lugar, mas Portugal é mais forte e estamos concentrados para demonstrar isso no campo na sexta-feira", acrescentou, considerando que no primeiro jogo o adversário "não foi superior e concretizou apenas a oportunidade que teve".

Depois de sublinhar que "não passa pela cabeça de ninguém" ficar fora do Mundial, sublinhou que a " pressão está sempre presente", mas vincou que "os grandes jogadores também se veem nos momentos mais difíceis".

"Ninguém pensa em relaxar, repousar, em férias ou nos clubes. O pensamento é só Seleção", assegurou.

Veloso garantiu também que não está condicionado por poder ficar de fora no jogo seguinte no caso de lhe ser mostrado um cartão amarelo: "Se tiver de o ver, para benefício da equipa, não tenho problema nenhum."

Antes de falar aos jornalistas, o médio participou no treino e deu uma monumental queda quando tentava chutar uma bola. Apesar do aparato - no relvado ficou um buraco - levantou-se de imediato e continuou a trabalhar, sob o olhar atento de Paulo Bento.

miguel veloso seleção nacional futebol mundial 2014 rússia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)