Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

SEARA PODE ACUMULAR SINTRA E BENFICA

A possibilidade de Fernando Seara vir a colaborar com Luís Filipe Vieira no Benfica, noticiada ontem pelo CM, ganha forma. O actual presidente da SAD ‘encarnada’, que na próxima semana vai assumir oficialmente a sua candidatura às eleições de 31 de Outubro, aposta na figura mediática do edil de Sintra e nos próximos dias deverá formalizar um convite.
27 de Setembro de 2003 às 00:00
As funções que Seara poderá vir a desempenhar caso Vieira vença as eleições não estão ainda totalmente definidas, sendo que a intenção original era colocar o conhecido associado do Benfica no comando da SAD ocupando o actual lugar de Vieira.
O presidente da Câmara de Sintra espera pela formalização do convite e estuda as formas que lhe permitirão colaborar com o Benfica. O cenário mais provável passa, segundo o CM apurou, por uma acumulação de funções. O Regime Jurídico de Incompatibilidades e Impedimentos dos titulares de cargos políticos e altos cargos públicos não impede Seara de optar por esta solução, desde que exerça a sua função de autarca a tempo parcial. No entanto, a possibilidade de Seara deixar a autarquia sintrense para dedicar-se ao Benfica não está colocada de parte, embora se adivinhem algumas dificuldades do edil, nomeadamente no seio do seu partido, para resolver o problema da sucessão.
Certo é que Fernando Seara deverá tomar uma decisão já no início da próxima semana. O CM tentou ontem chegar à fala com o autarca, mas este manteve-se incontactável ao longo de todo o dia.
CARVALHO NA LISTA DE ANTUNES
João Carvalho vai mesmo integrar a lista de Jaime Antunes, sendo candidato a um lugar na Direcção, cujo elenco completo só será conhecido no final da próxima semana. Depois de ter estado ausente anteontem do acto de apresentação da candidatura, especulou-se sobre a possibilidade de Carvalho ter abandonado o projecto, mas o CM sabe que foram motivos de ordem profissional que motivaram a sua não comparência. Carvalho integrou os órgãos sociais nas presidências de Vale e Azevedo e Manuel Vilarinho mas acabaria por sair em ruptura de ambas as vezes, sendo hoje um dos elementos mais próximos de Jaime Antunes.
Entretanto, o adiamento do anúncio de candidatura de Luís Filipe Vieira está a deixar impacientes os membros desta lista. Uma fonte da mesma acusa: “Vieira não anuncia já que é candidato para poder fazer campanha às custas do Benfica utilizando os meios do clube”.
VIAGEM A PARIS JÁ ESTAVA PROGRAMADA
O facto de Luís Filipe Vieira não ter regressado com a equipa da Bélgica, após o jogo com o La Louviére, gerou ontem algumas reacções de desaprovação, mas o CM apurou que tal facto nada teve a ver com a má actuação da equipa. O líder da SAD viajou para Paris, acompanhado de José Veiga, e só regressou a Lisboa anteontem à tarde. Fontes ligadas a Vieira garantiram ao CM que esta viagem já estava programada “há mais de 15 dias” e que a mesma se destinou a tratar de “assuntos relacionados com contratos de sponsorização do Benfica e de questões burocráticas relativas à gestão financeira do clube”. A mesma fonte negou ainda que a viagem à cidade Luz tenha tido algo a ver com eventuais contratações de jogadores para apresentar como trunfo na campanha eleitoral.
Luís Filipe Vieira estava ontem, apurou o CM, no Norte do País, sendo que os próximos dias serão férteis em contactos com vista às eleições, devendo a candidatura ser anunciada na próxima semana. Ponto assente é que Luís Filipe Vieira não abdica de escolher os elementos da sua lista, recusando-se a aceitar pressões de quaisquer quadrantes.
BASEBOL ANIMOU TREINO EM MASSAMÁ
O Benfica voltou ontem a treinar em Massamá, numa sessão de trabalho marcada pela boa disposição que reinou entre os jogadores ‘encarnados’, que parecem ter já ultrapassado as críticas e os apupos no regresso da Bélgica, após o empate com o La Louvière.
O treino começou com cerca de 25 minutos de atraso, uma vez que o técnico José Antonio Camacho decidiu dar uma palestra aos jogadores antes da subida ao relvado do Real Massamá.
E foi desde logo notória a intenção do treinador espanhol em tentar descontrair o ambiente no seio do plantel. Camacho orientou um jogo de basebol, em que a bola foi jogada com os pés. Certo é que os jogadores pareceram gostar da ideia e divertiram-se bastante à medida que o jogo decorria (tal como na versão original, o objectivo era conquistar as bases como resultado das jogadas conseguidas com a bola).
O brasileiro Roger, que ainda está a recuperar de uma lesão no ombro direito, não chegou a integrar este exercício e apenas fez o aquecimento com os companheiros e participou numa peladinha sem balizas. Além de Roger, Zahovic (lesionado), Mantorras e Nuno Gomes (ambos na fase final da sua recuperação) não participaram no treino. Refira-se que este último deverá regressar já na próxima semana aos trabalhos com o restante plantel.
O plantel ‘encarnado’ volta a treinar hoje, às 10h00 no campo número 3 do Estádio do Jamor, devendo Camacho testar a táctica para o jogo de amanhã com o Nacional da Madeira (19h15 – RTP1).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)