Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Marcelo diz à seleção que é "fator de unidade nacional"

Ronaldo promete "lutar até ao fim" no Mundial da Rússia.
6 de Junho de 2018 às 19:34
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
Seleção nacional foi recebida em Belém por Marcelo Rebelo de Sousa
O Presidente da República recebeu esta quarta-feira a seleção portuguesa de futebol, que considera "um fator de unidade nacional". Antes de jantar com a equipa, fez um discurso em que pediu aos jogadores que, no Mundial da Rússia, apenas "sejam aquilo que são", porque "são os melhores dos melhores".

"Eu não peço para trazerem a taça -- eu disse isso há dois anos e muita gente ficou muito zangada comigo. Não, eu peço uma coisa mais difícil: que sejam aquilo que são", declarou Marcelo Rebelo de Sousa, durante uma receção à seleção portuguesa de futebol, no edifício do Antigo Museu Nacional dos Coches, em Lisboa.



Perante a equipa técnica e os 23 jogadores convocados para a fase final do Campeonato do Mundo de Futebol de 2018, na Rússia, o chefe de Estado completou: "Porque, se forem aquilo que são, são os melhores dos melhores. Basta serem aquilo que são, e serem em todos os jogos".

Marcelo Rebelo de Sousa referiu que foi esta a mensagem que deixou à seleção portuguesa antes do Europeu de 2016, em França.

"Eu não mudo de ideias. Vou dizer exatamente o que disse há dois anos, aqui em Belém. E o que daqui a dois anos direi, quando for o Europeu e quando cá vierem", afirmou.

Segundo o chefe de Estado, "é uma evidência" que os jogadores portugueses são "os melhores dos melhores" e têm entre si "o melhor do mundo", Cristiano Ronaldo: "É assim. Há dois anos provou-se que éramos os melhores da Europa".

"Nós sabemos isso. É essa a realidade", reforçou.

Dirigindo-se à equipa, o Presidente da República prometeu: "Os portugueses serão exatamente aquilo que são, vossos apoiantes, vossos admiradores, solidários convosco".

Nesta curta intervenção, de cerca de cinco minutos, Marcelo Rebelo de Sousa apontou a seleção como "fator de unidade nacional" e um dos "símbolos da pátria", assim como o hino e a bandeira, "símbolos mais óbvios".

"E a unidade nacional é aquilo que está para além das divisões, das divisões políticas, religiosas, partidárias, económicas, sociais, culturais. É aquilo que nos une, essencialmente", prosseguiu.

"Por muito que pese a um ou outro intelectual", acrescentou o chefe de Estado, "esta equipa, representante de Portugal, é um fator de unidade nacional".

Antes de partir para a Rússia, Portugal vai ainda defrontar a Argélia na quinta-feira, no Estádio da Luz, em jogo de preparação com início às 20:15 horas, o último antes da participação na fase final do Campeonato do Mundo de 2018.

A equipa portuguesa, campeã europeia em título, integra o Grupo B do Mundial da Rússia e vai estrear-se frente à Espanha, em Sochi, no dia 15 de junho, antes de defrontar Marrocos, em Moscovo, no dia 20, e o Irão, treinado pelo português Carlos Queiroz, em Saransk, no dia 25 de junho.

Cristiano Ronaldo promete "muita ambição" e "luta até ao fim"
O capitão da seleção portuguesa de futebol, Cristiano Ronaldo, prometeu hoje muita ambição e luta até ao apito final de cada jogo durante o campeonato do mundo, que decorre na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho.

O Bola de Ouro de 2017, que falava durante a receção do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, à seleção antes da partida para a Rússia, reconheceu que a 'equipa das quinas' não é a favorita para a conquista do troféu, contudo lembrou a vitória no Euro2016.

"Posso garantir uma grande ambição de toda a equipa. Sabemos que não somos os favoritos, temos de ser realistas, mas no futebol nada é impossível. Temos de pensar jogo a jogo. A fase de grupos vai ser extremamente difícil. Com estes jogadores temos de pensar sempre em grande. Estou confiante que daremos o nosso melhor", afirmou o avançado do Real Madrid, no antigo Museu Nacional dos Coches, em Lisboa.

Cristiano Ronaldo, que assumiu uma postura expectante em relação ao Campeonato do Mundo, afiançou que a equipa nacional tudo fará para dignificar o país.

"Vamos lutar até ao final, ter sempre a esperança que no futebol tudo é possível. E, passo a passo, ver o que vai acontecer, ver o que a competição nos dará. Para nós é um privilégio representar as cores de Portugal, representar esta nação. Vamos ver o que isto vai dar", concluiu.

Marcelo vai ver um jogo no Terreiro do Paço e outro na área afetada pelos fogos
O Presidente da República anunciou hoje que vai acompanhar no Terreiro do Paço o primeiro jogo da seleção portuguesa no Mundial da Rússia, contra Espanha, e o terceiro, contra o Irão, na área afetada pelos fogos de 2017.

"Será o presidente da Assembleia da República a estar no primeiro jogo [contra a Espanha, no dia 15 de junho, em Sochi], eu acompanharei no Terreiro do Paço, como muitos portugueses. Depois, estarei no segundo jogo, em Moscovo [no dia 20, contra Marrocos]", declarou.

Quanto ao Portugal-Irão, que será em Saransk, no dia 25 de junho, o chefe de Estado adiantou que irá acompanhar o jogo "na área onde houve a tragédia do ano passado, a vibrar como muitos portugueses solidários com a nossa equipa", sem divulgar o lugar exato.

Manifestando-se convicto de que Portugal passará a fase de grupos do Campeonato Mundial de Futebol de 2018, o Presidente da República acrescentou: "E depois combinaremos como é o quarto, e como é o quinto, e como é o sexto jogo. É um problema de ajustarmos a seguir".
Marcelo Rebelo de Sousa Mundial presidente da República Belém Argélia desporto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)