Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Selecção: Paulo Bento recupera confiança de jogadores e adeptos

Respira-se ar renovado em torno da selecção nacional. Paulo Bento logrou reunir consenso nos jogadores, entre os adeptos e até mesmo nos colegas de profissão. A vitória (3-1) e a exibição frente à Dinamarca parecem ter promovido o reencontro entre os portugueses e a equipa das quinas. Reina a confiança na comitiva que hoje parte para a Islândia, onde joga na próxima terça-feira.
10 de Outubro de 2010 às 00:30
Rui Patrício alvo de ‘castigo’ no início do treino no Olival
Rui Patrício alvo de ‘castigo’ no início do treino no Olival FOTO: Nuno Fernando Veiga

Mas, afinal, o que mudou Bento? Desde logo, as peças do xadrez. Premeia quem está em melhor forma e assim se explicam as escolhas de Moutinho e Carlos Martins para o meio--campo. A resposta de ambos foi extremamente positiva. João Pereira, na lateral-direita, cumpriu em pleno.

Depois, o discurso. Bento foi pragmático na análise ao jogo com a Dinamarca: admitiu o contexto complicado mas garantiu uma equipa a lutar, "desde o primeiro segundo", pela vitória. Isto, nas palavras para o exterior. No balneário, percebe-se, até pelo depoimento de Eduardo, que o antigo médio injectou doses maciças de motivação que chegaram para consagrá-lo como o 11º técnico a conseguir estrear-se com um triunfo no comando da equipa portuguesa.

A crítica parece unânime. Os aplausos no treino de ontem e o rol de reacções positivas de diversos técnicos (ver peças ao lado) espelham os ventos de confiança que Bento trouxe. O passo em frente exige continuidade na Islândia.

DISCURSO DIRECTO

"CRISTIANO RONALDO É EXEMPLO PARA TODOS"

– Como está o ambiente no balneário após o triunfo (3-1) sobre a Dinamarca?

Eduardo – Está óptimo. As vitórias trazem outro tipo de espírito, depois do que aconteceu. Mas esse jogo com a Dinamarca já é passado e estamos empenhados no encontro com a Islândia. Viemos com a missão de ganhar os dois jogos, e é isso que queremos. Vencer um e não vencer o outro ia dar ao mesmo. Fizemos uma boa exibição, estamos felizes, mas queremos mais.

– O que mudou com a entrada de Paulo Bento?

– É um novo ciclo. Tem-nos tentado passar as suas ideias e nós tentamos corresponder ao máximo. Paulo Bento conseguiu passar-nos grande confiança e vamos tentar retribuir tudo o que ele nos deu.

– Quando teve a bola nos pés, lembrou-se do jogo com a Noruega [derrota, por 1-0]?

– Não, não penso mais nisso. Foi um erro meu, não estive bem, mas os erros fazem parte da vida e temos de os superar. Felizmente, tenho evoluído ao longo da vida e nesse aspecto também estou a evoluir.

– Notou-se em Cristiano Ronaldo a vontade de marcar um golo. Como sentiu o grupo esse momento?

– Todos sabemos o empenho e a dedicação que ele tem na selecção nacional, por isso sempre que marca ficamos muito felizes. Ele merecia voltar aos golos.

– Ronaldo é um líder incontestado no seio do grupo?

– Nunca foi contestado. Por tudo o que ele é, por tudo o que transmite ao grupo, pela força de vontade e pela entrega, o Ronaldo é um exemplo para todos nós. 

SÓ APLAUSOS EM TREINO CURTO SÓ PARA TITULARES

O onze que Paulo Bento escolheu frente à Dinamarca esteve cerca de 30 minutos no relvado do miniestádio do Centro de Treinos do Olival, Gaia. Em ambiente descontraído, Ronaldo e companhia efectuaram apenas corrida, tendo recolhido de seguida aos balneários, à excepção de Moutinho e Nani, que ficaram a ver os restantes companheiros. Cerca de 250 pessoas foram ao Olival e não pouparam nos aplausos à equipa das quinas.

DANNY E SÍLVIO COM PONTARIA AFINADA

Com os titulares remetidos apenas a corrida, foram os suplentes e os não utilizados no jogo com a Dinamarca que estiveram em destaque no treino de ontem, no Olival. Depois de exercícios de posse de bola, Paulo Bento elaborou três equipas que disputariam peladinhas num campo com medidas bem reduzidas. Sílvio e Danny bisaram nos jogos; Varela, Tiago e Bruno Alves também fizeram o gosto ao pé. Rui Patrício provocou o arrepio da manhã, ao ser atingido com um remate fortíssimo na cara. Nada de grave: o guardião leonino seguiu na baliza até ao final.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)