Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Selecção portuguesa sem nomes sonantes em Madrid

A selecção portuguesa de atletismo que viajou ontem de manhã para Madrid (Espanha), onde irá participar, no próximo fim-de-semana, nos Campeonatos da Europa de Pista Coberta, está substancialmente mais fraca do que a comitiva lusa que, há três anos, conseguiu trazer três medalhas para casa.
3 de Março de 2005 às 00:43
Dos atletas que por razões diferentes não integraram a ‘Missão Madrid’2005’, e que deixam assim muito desfalcada a comitiva lusa nesta competição, o primeiro destaque vai para o velocista luso-nigeriano Francis Obikwelu que não quis participar nos 60 metros, ficando assim Portugal sem qualquer representante nas provas de velocidade. Já o meio-fundista Rui Silva está lesionado e não poderá defender o título de 1500 metros conquistado há três anos na Áustria.
De fora da comitiva que ontem viajou para Madrid está também Carla Sacramento, que há muito tempo não consegue estabelecer uma marca digna de registo tanto nos 1500 como nos 3000 metros, num claro contraste com a medalha conquistada pela atleta portuguesa no último Europeu de Pista Coberta.
Finalmente, há que relevar o facto de entre os 13 portugueses que vão participar nesta competição, apenas Carlos Calado (trocou o comprimento pelo triplo salto) e Naide Gomes (optou pelo comprimento em vez do pentatlo) serem atletas com algum currículo e com resultados palpáveis. Destaque ainda para Sandra Tavares (vara) e Patrícia Vieira (barreiras), que se estreiam em convocatórias da selecção portuguesa.
As primeiras participações de atletas portugueses estão aprazadas já para amanhã de manhã. Carlos Calado será o primeiro a entrar em prova nas qualificações do triplo salto (09h05, hora de Lisboa, mais uma em Madrid).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)