Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

SERENA WILLIAMS VENCE OPEN DA AUSTRÁLIA

A tenista norte-americana Serena Williams venceu a sua irmã Venus na final do Open da Austrália, por 7-6, 3-6 e 6-4, assumindo-se como campeã em título dos quatro torneios do circuito Grand Slam, o que lhe dá entrada num estrito clube de glória feminina onde apenas estavam inscritos quatro nomes.
25 de Janeiro de 2003 às 13:20
Serenas Williams
Serenas Williams
A ‘número um’ mundial, que nas meias-finais vingara a derrota sofrida na final do ano passado do Torneio WTA, ultrapassando a belga Kim Clijsters, esteve absolutamente imperial neste torneio, cedendo apenas três ‘sets’ durante toda a prova. A vitória desta madrugada (final da tarde em Melbourne) deu a Serena o seu primeiro título no Open da Austrália, prova que não disputou no ano passado, devido a lesão.

O Open da Austrália é a prova de abertura da temporada de ténis e uma das quatro do prestigioso circuito Grand Slam. Ao ter ganho no ano passado em Wimbledon (Inglaterra), Roland Garros (França) e Flushing Meadows (EUA), Serena conseguiu com a vitória de hoje ser campeã em título dos quatro torneios do Grand Slam, um feito que só havia sido alcançado, em femininos, por Maureen Connoly, Margaret Court, Martina Navratilova e Steffi Graf, todas elas já retiradas.

Court, Navratilova e Graf assistiram no recinto ao triunfo de Serena Williams, que lhe valeu um prémio pecuniário de 1,13 milhões de dólares. “Ganhar quatro de seguida não acontece todos os dias. Não acredito que me possa comparar a estas mulheres, porque elas são grandes campeãs”, declarou Serena, no final da partida, admitindo que a partir de agora poderá começar a ser mais emotiva na hora da vitória.

Venus Williams, vencedora em Winblendon e Flushing Meadows em 2000 e 2001, conquistou um lugar menos distinto na História do ténis mundial, ao tornar-se na primeira mulher a perder quatro finais consecutivas de torneios do Grand Slam... todas elas frente a Serena.

Sob uma temperatura escaldante de 40 graus centígrados, o que levou a organização a ordenar a colocação da cobertura sobre o ‘court’ (foi a primeira vez que uma final deste torneio se disputou inteiramente coberta), as irmãs Williams presentearam o público com um excelente espectáculo de ténis.

Depois de uma abertura normal, com ambas as jogadores a vencer os respectivos serviços, Serena quebrou o serviço da irmã no quarto jogo, ganhando vantagem. Venus respondeu de imediato, quabrando o serviço à irmã no jogo seguinte. Quatro jogos depois, Venus teve nova oportunidade de quebra e conseguiu concretizá-la no terceiro ponto, devido a um erro de Serena, que a levou a atirar a raqueta para o chão.

Venus tinha o ‘set’ à sua mercê, mas Serena ‘não desarmou’ e empatou a 6-6, arriscando muito e conseguindo uma vantagem de 5-1 no ‘tie-break’. Venus não conseguiu recuperar e perdeu o primeiro ‘set’.

Empenhada em ‘vender cara’ a derrota, Venus recompôs-se e venceu claramente o segundo ‘set’, com uma determinante quebra de serviço no quinto jogo. Pela terceira vez as irmãs Williams foram forçadas a disputar um terceiro ‘set’ e tal como nas duas anteriores, a jogadora que venceu o primeiro ‘set’, venceu a partida.

Serena jogou a favor das estatísticas, quebrando o serviço da irmã no jogo de abertura do terceiro ‘set’ e vencendo o seu serviço. Venus reagiu e chegou a quebrar um serviço à irmã. No oitavo jogo, Venus resistiu a cinco pontos de quebra de serviço a favor de Serena e equilibrou o ‘set’ (4-4). Mas, a partir daí, Serena não mais cedeu e triunfou de forma magistral, em 2h22m.

Está concluído mais um capítulo da História recente do ténis feminino, inteiramente dominado pelas irmãs Williams, frente às quais apenas uma outra jogadora, Kim Clijsters, parece ter algumas hipóteses de sucesso. Recorde-se que Serena Williams tem apenas 21 anos de idade e que na temporada do ano passado registou 54 vitórias e quatro derrotas, para um total de quase 4 milhões de dólares ganhos em prémios de jogo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)