Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Sharapova no macroondas

A segunda jornada do Open da Austrália teve início às 11h00 de terça-feira... e ficou concluída somente depois das 03h00 de hoje – uma maratona tenística provocada pela necessidade de recuperar tempo após sete horas de interrupção nos ‘courts’ exteriores devido ao calor.
17 de Janeiro de 2007 às 00:00
Maria Sharapova precisou de mais de duas horas para se apurar
Maria Sharapova precisou de mais de duas horas para se apurar FOTO: Epa
E Maria Sharapova esteve a dois meros pontos de ser eliminada, esconjurando princípios de insolação e a épica resistência da adversária. A vedeta russa começou por dar nas vistas ao estrear uma elegante indumentária. Mas a francesa Camille Pin, 62.ª do ‘ranking’, não foi de modas: venceu o segundo ‘set’ e no terceiro esteve a perder por 0-5 até se colocar em vantagem por 7-6 e 30/15 (no Open da Austrália não há ‘tie-break’ na partida decisiva). Nesse momento crucial, tremeu... enquanto Sharapova geriu cãibras abdominais até selar a qualificação para a segunda ronda pelos parciais 6-3, 4-6 e 9-7. David Nalbandian teve ainda mais sorte: sob 40º, salvou dois ‘match-points’ e viu o seu antagonista Janko Tipsarevic desistir com bolhas e tonturas numa altura em que o campeão do Estoril Open já liderava por 6-7, 4--6, 7-6, 6-0 e 3-1! l
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)