Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

“Sistema de remuneração será atractivo”

Presidente da Comissão de Arbitragem da Liga ultima profissionalização dos árbitros.
20 de Fevereiro de 2010 às 00:00
Vítor Pereira
Vítor Pereira FOTO: D.R.

Correio Sport – Sucedem-se as reuniões entre si e o presidente da Liga tendo em vista a criação do modelo de profissionalização dos árbitros. Na próxima semana haverá já novidades? 

Vítor Pereira – Sem dúvida. É a concretização de um trabalho que espelha o esforço desenvolvido por uma estrutura de mais de 130 pessoas.

– O que mais o motiva no projecto?

 

– Os árbitros precisam de melhores condições de trabalho. O clima de descrédito e a desconfiança que se apoderaram do nosso futebol levaram-_-nos ao empenhamento máximo.

 

– Como será, por outro lado, o sistema de remuneração?

 

– Atractivo. Defendo uma estrutura altamente profissionalizada, de topo, com modelos de remuneração e de carreira muito atractivos.

 

– Qual o maior problema da arbitragem em Portugal?

 

– O recrutamento. É imprescindível criar condições para que os  jovens tomem o gosto pela carreira da arbitragem.

 

– Como encara as críticas de que a arbitragem é alvo?

 

– Os árbitros são humanos e não são menos sérios por não cumprirem, por vezes.

 

A CAMINHO DO PLENO

 

“O nosso trabalho tem sido valorizado pelas instâncias internacionais. O número de árbitros na categoria ‘top-class’ da UEFA, que em 2007 era de dois e em 2008 era de três, em 2009 passou a quatro. Estamos empenhados em chegar ao quinto, que é o _limite máximo que cada país pode ter.”

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)