Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Sócios à pancada na assembleia geral

Sócios do Sporting envolveram-se ontem em cenas de pancadaria durante a assembleia geral do clube, que se destinava à votação do relatório e contas do exercício findo em 30 de Junho (apresenta um prejuízo de 3,675 milhões de euros).
14 de Outubro de 2010 às 00:30
Bettencourt disse que reduziu o passivo em 25 milhões de euros, para os 310 milhões
Bettencourt disse que reduziu o passivo em 25 milhões de euros, para os 310 milhões FOTO: Sérgio Lemos

"Houve pancadaria. Infelizmente tenho de confirmar. Foi a primeira vez numa assembleia geral que tal sucedeu. Estou muito triste e por isso vim embora antes de a reunião terminar", disse ao CM o sócio Bessone Bastos, antigo atleta do Sporting e ex-apoiante de José Eduardo Bettencourt.

"Os desacatos começaram quando alguns sócios criticaram a direcção, por ter contratado Costinha [esteve na AG], e a política de contratações. Mas isto é uma democracia, devemos respeitar a opinião de todos. A culpa foi da direcção", acrescentou.

Momentos depois das declarações de Bessone Bastos, a PSP reforçou o contingente destacado para o pavilhão de Alvalade, onde decorreu a assembleia geral.

De acordo com o que o CM apurou, as cenas de pugilato aconteceram entre dois associados, situação que levou a que se gerasse um tumulto na sala. Os dois prevaricadores foram forçados a deixar o pavilhão. Antes das cenas de pancadaria, José Eduardo Bettencourt foi vaiado e fortemente contestado, quando falou no projecto Roquette, que visava transformar o clube numa empresa e que levou à criação de uma sociedade para gerir o futebol profissional.

O líder leonino disse aos cerca de 800 sócios que tinha reduzido o passivo do Grupo Sporting em 25 milhões de euros e que também reduziu os juros da dívida em 2,7 milhões. O passivo ronda os 310 milhões de euros, mas houve vários associados que contestaram a forma como está reflectido no prospecto distribuído pela direcção.

Em relação ao clube, o relatório e contas – aprovado com cerca de 60% dos votos a favor, 37% contra e 3% em branco – Bettencourt disse que houve um prejuízo de 3,675 milhões de euros no exercício que terminou a 30 de Junho, mas frisou que com o acordo já assinado com a Câmara de Lisboa (permuta de terrenos em Alvalade) os números "ficam a zero". O acordo com a autarquia rende ao clube 18 milhões de euros, mais uma parcela de terreno avaliada em três milhões, onde será construído o futuro pavilhão do Sporting.

SAD FAZ PARCERIA COM PETER KENYON

O Sporting fez uma parceria com Peter Kenyon, director-geral do Chelsea no tempo de Mourinho, que gere várias empresas espalhadas pelo Mundo. O CM apurou que Kenyon é um dos parceiros do Fundo de Jogadores, criado pelo Sporting e do qual faz parte Torsiglieri, e ajudou a comprar o passe do argentino por três milhões e 400 mil euros.

Metade do passe do central pertence ao Fundo criado por Bettencourt com mais dois parceiros, além de Kenyon. Este tipo de financiamento permite aos leões terem maior facilidade na compra de jogadores, e a aliança com Kenyon é vista por Bettencourt como um excelente meio de valorizar activos. O CM apurou ainda que Kenyon poderá tornar-se accionista da Sporting SAD, cuja maioria de capital pertence ao clube. No Fundo de Jogadores estão atletas como Bruma, 15 anos, e Eric Dier, 16 anos, já muito cotados em Inglaterra.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)