Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

“Somos mais agredidos”

O professor Jesualdo Ferreira dá nota negativa às pretensões do Benfica, que quer ver castigados Lisandro e Bruno Alves. O clube da Luz defende que o avançado argentino enganou de forma intencional Pedro Proença no penálti que deu o empate (1-1) ao FC Porto no clássico de domingo. Já Bruno Alves é acusado de tentativa de agressão a Suazo.
14 de Fevereiro de 2009 às 00:30
Jesualdo  reconhece que a equipa está a falhar no ataque
Jesualdo reconhece que a equipa está a falhar no ataque FOTO: dr

'Desde o início da época que estou habituado a ver esse tipo de situações. Aliás, os jogadores do FC Porto têm sido os mais agredidos, os mais prejudicados ao longo de toda a temporada', defendeu o técnico portista, que recusou abordar o penálti provocado por Lisandro, que ditou o golo de Lucho González: 'A minha actuação como árbitro terminou no domingo.'

Para o jogo de amanhã com o Rio Ave, Jesualdo conta com cinco habituais titulares – Fucile, Fernando, Hulk, Rodríguez e Lisandro – em risco de exclusão, mas não prevê alterações na estratégia. 'A única preocupação que temos é colocar a melhor equipa em campo. Não deixa em causa a nossa programação', afirmou.

Sobre os dois meses que o FC Porto já leva sem ganhar no Dragão, o técnico admite a falta de acerto do ataque azul-e-branco nos jogos caseiros: 'As coisas não têm acontecido, e isso terá de mudar. Temos criado muitas oportunidades.'

Entretanto, Bruno Alves recuperou da contusão no joelho esquerdo e é opção para o embate com os vila-condenses. Já Guarín, que apenas ontem regressou da selecção colombiana, deve ficar de fora dos convocados.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)