Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Sonho do Odivelas acaba em pesadelo

O Odivelas viveu ontem durante cerca de uma hora o sonho de passar à próxima eliminatória da Taça de Portugal, mas o bracarense Edinho tornou essa pretensão odivelense num verdadeiro pesadelo, ao empatar quando o cronómetro assinalava o minuto 90.
13 de Janeiro de 2005 às 00:00
O avançado, que Jesualdo Ferreira ‘promoveu’ recentemente dos ‘B’ à equipa principal, levou assim a decisão da contenda para o prolongamento. E também aí Edinho se quis tornar no herói do encontro, apontando o golo (106’) que ditaria a eliminação da formação anfitriã, antepenúltima na 2.ª Divisão B, Zona Sul.
O Odivelas chegava a esta ronda como um dos ‘tomba gigantes’ da eliminatória anterior – depois de ter afastado o Gil Vicente – e ontem esteve à beira de repetir a façanha. O Odivelas adiantou-se no marcador, à passagem do minuto 44, depois de Pedro Pereira, de cabeça, ter correspondido da melhor maneira a um canto apontado por Mourato, mas Edinho acabou por saltar do banco no 2.º tempo para dar a reviravolta no ‘score’ e colocar os primodivisionários na próxima ronda.
Luís Loureiro, algo apagado, deu o seu lugar a Edinho (que na equipa B é o segundo melhor marcador da Zona Norte, com 15 golos), aos 61 minutos, e este último, determinado em mostrar serviço ao técnico Jesualdo Ferreira e a segurar um lugar na formação principal, acabou por se tornar no ‘carrasco’ do Odivelas.
Para desespero dos 1500 espectadores presentes no Estádio Arnaldo Dias, Edinho empatou aos 90 minutos quando as bancadas já ‘vibravam’ com o apuramento, que ficou ‘preso’ por segundos. Cândido Costa, na esquerda, serviu Edinho, que não perdoou num cabeceamento cruzado. No prolongamento, a formação orientada por José Marcos quebrou fisicamente e o Sp. Braga voltou a não perdoar. E as personagens que encarnaram o papel de ‘carrasco’ foram as mesmas. Aos 106 minutos, Cândido Costa, um dos melhores em campo, voltou a servir a cabeça de Edinho, que não perdoou perante a passividade do Odivelas e colocou a sua equipa na próxima ronda.
FICHA DE JOGO
Local: Estádio Arnaldo Dias, em Odivelas (1.500 espectadores)
Árbitro: Elmano Santos (Madeira)
Odivelas: Carlos Miguel, Marco Silva, Baltazar, Pedro Pereira, Correia, Pedrinha (109’), Renato, Neca, Roque (63’), Laurindo, Mourato, Semedo, Fábio (84’), Cláudio Oeiras. Treinador: José Marcos.
Sp. Braga: Marco, Abel, Nunes, Paulo Jorge, Pedro Costa, Vandinho, Cândido Costa, Luís Loureiro, Edinho (61’), Cesinha, Castanheira, Paulo Sérgio (46’), Baha, João Tomás (46’). Treinador: Jesualdo Ferreira.
Acção Disciplinar: Amarelos: Semedo (21’), Neca (44’), Correia (45’), Luís Loureiro (47’), Cândido Costa (73’), Cesinha (89’), João Tomás (90’) e Fábio (114’). Vermelho: Baltazar (110’).
Marcador: 1-0, Pedro Pereira (44’), 1-1, Edinho (90’), 1-2, Edinho (106’).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)