Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Sporting às voltas no labirinto

Duas jornadas apenas se passaram sobre o arranque da Liga e o Sporting está genericamente onde o vimos no final da época anterior, uma das mais deprimentes da sua história. De então para cá, o clube gastou 20 milhões de euros, contratou 14 reforços, mudou a equipa técnica e segue com metade dos pontos colectados pelo Benfica e um terço dos que tem o líder FC Porto.
23 de Agosto de 2011 às 00:30
Sporting às voltas no labirinto
Sporting às voltas no labirinto

Estamos no início, há tempo para recuperar, pronunciarão os optimistas. Mas, como bem disse o treinador Domingos Paciência há uma semana, "os campeonatos também se ganham nas primeiras jornadas". Os sintomas de inquietação em Alvalade, dos que temem que ‘isto’ seja a projecção do que está para vir, são ampliados pelos sinais que chegam do relvado. Quando não é o árbitro (e contra o Olhanense foi o árbitro), é o pé do Postiga, as tontarias de Djaló ou a inoperância de Wolfswinkel (e contra o Beira-Mar foi tudo isto). Tudo pode mudar, pois pode, uma equipa não se faz num clique. Mas para já, o leão continua às voltas no seu próprio labirinto.

Nos factos relevantes da jornada, não passa ao lado o episódio da nomeação do árbitro para Beira-Mar-Sporting. O encarregado de armazém Fernando Martins provou que um anónimo dos distritais de Aveiro pode apitar na Liga principal. Por provar fica se alguns árbitros da 1ª categoria teriam nível para dirigir equipas amadoras de Aveiro.

Na Luz, o espanhol Nolito (mais um golo) tem tido um início de época tremendo e ameaça registos históricos. Mas não cometam a heresia de lhe chamar o novo Eusébio.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)