Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Sporting revela ata da reunião dos órgãos sociais

Clube enviou para os sócios o documento que ditou a Assembleia Geral extraordinária de dia 23 de de junho. Leia na íntegra.
Filipe António Ferreira 26 de Maio de 2018 às 12:33
Bruno de Carvalho e Jaime Marta Soares
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho e Jaime Marta Soares
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho e Jaime Marta Soares
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho

O Sporting enviou para os seus associados a ata da reunião dos órgãos sociais que ditou a Assembleia Geral extraordinária de dia 23 de de junho, que visa destituir a direcção liderada por Bruno de Carvalho.

No longo documento que o CM publica na íntegra podem verificar-se as posições extremadas entre o Conselho Diretivo, liderado por Bruno de Carvalho, e a mesa da Assembleia Geral, cujo presidente demissionário é Jaime Marta Soares.

Marta Soares já fez saber entretanto que o que estão escrito na ata não corresponde ao que efectivamente se passou na reunião, pelo que decidiu não assinar o documento, assim como os restantes membros da MAG. 

Fonte da mesa da Assembleia Geral disse ao CM que a ata é "totalmente manipulada" e que contém uma "verdade parcial". "No documento não consta por exemplo uma parte importantíssima que foi a proposta de eleições para dia 2 de Setembro, sem qualquer prejuízo para a vida imediata do clube e já depois do fecho do mercado de transferências. Foi Bruno de Carvalho e o Conselho Directivo que escolheram a AG não a MAG", disse a mesma fonte.

Entretanto está prevista ainda para o dia de hoje uma reacção oficial por parte da Mesa da Assembleia Geral.

Bruno diz que "bomba atómica" no Sporting "põe em causa a nova época"
"Hoje é dos dias mais tristes que vivi no Sporting, começou por dizer Bruno de Carvalho na conferência de imprensa após a reunião dos órgãos sociais do Sporting.

"Nós pedimos várias vezes, dando todos os argumentos à Mesa da AG e ao Conselho Fiscal do clube para que não fizessem isto que fizeram. Explicámos que isto colocará em causa o empréstimo obrigacionista que seria realizado entre o final deste mês e o início do próximo", acrescentou.

Bruno de Carvalho voltou a dizer que a assembleia geral extraordinária "põe em causa a preparação da nova época e a contratação de jogadores". Mas o dirigente diz que a convocatória da assembleia não cumpre as normas legais e que tem "sérias e legítimas dúvidas de que a assembleia se possa realizar".

Jaime Marta Soares diz que "Bruno só enxovalhou, insultou"
Aos jornalistas, o presidente do Sporting acusou Marta Soares de ter lançado a "bomba atómica" e ter recusado as propostas da direcção - versão contestada pelo presidente da MAG. 

"Nós falámos apenas meia hora e ele duras horas e meia. Não deixou falar ninguém, só enxovalhou, insultou", contou Marta Soares em declarações à Tribuna do Expresso.

"Avisei-o que este não era o melhor caminho para ele, porque eu tenho vergonha de um dia dizer as coisas que, efectivamente, sei sobre ele", acrescentou.

No final da reunião, numa saída muito conturbada, em que cerca de duas dezenas de adeptos, supostamente apoiantes de Bruno de Carvalho, impediram Jaime Marta Soares de prestar declarações, o ainda presidente da Mesa da Assembleia Geral ainda conseguiu passar duas ideias do que sucedeu na reunião. 

"Assuntos internos de clubes e SAD não fazem parte das posições públicas da ASPP/PSP"
A PSP enviou este domingo uma nota à comunicação social na qual revelou que os "assuntos internos de clubes e SAD não fazem parte das posições públicas da ASPP/PSP. O esclarecimento surge devido à referência na ata de que a PSP assumia a falta de responsabilidade por parte da SAD do Sporting nas agressões que ocorreram em Alcochete.

Estes ainda sublinharam que a nota enviada na passada segunda-feira, dia 21, apenas é referido que a violência no futebol é um assunto sério e que, por essa razão, o Sindicato está disposto a "contribuir para o encontro de soluções".

"No decorrer da leitura da proposta de ata, o Presidente do CD solicitou qe fosse incluída a referência ao comunicado da ASPP/PSP - Associação Socio-Profissional dos Profissionais de Polícia - que conclui que a SAD não tem responsabilidade nos acontecimentos sucedidos na Academia", pode-se ler na ata sobre a reunião do clube de Alvalade.

Sporting Conselho Diretivo Bruno de Carvalho presidente desporto futebol Jaime Marta Soares
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)