Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

TABU CAMACHO CONTINUA

Com a sua situação na SuperLiga perfeitamente resolvida [segundo classificado com acesso à pré-eliminatória da Liga dos Campeões], a incógnita quanto à continuidade do técnico espanhol, José Antonio Camacho, mantém-se.
25 de Maio de 2003 às 00:00
Após o treino de ontem, o técnico revelou que o Benfica ainda não lhe apresentou qualquer proposta, adiantando que “não há movimentações. Cada dia ouço coisas diferentes sobre mim, mas eu não sei de nada”, referiu.
Contudo, apesar de ainda não ter recebido a proposta, como afirma, do Benfica, Camacho afirmou que ”nada me preocupa neste momento. Ninguém está à espera de Camacho. Sou profissional e tenho que cumprir até ao fim com o Benfica. Neste momento, não posso decidir nada”, sublinhou.
Quanto à motivação dos jogadores para os jogos que restam até ao final do campeonato, Camacho foi realista: “As outras equipas estão na mesma situação. A motivação tem que vir do profissionalismo e do respeito pelo clube”. Mas o técnico salientou, também, que a motivação com que os adversários entram em campo frente à sua equipa é “impressionante. As equipas que jogam contra o Benfica jogam a cem por cento, independentemente de terem possibilidades de vencer ou não”, disse.
Após a sessão de treino que decorreu na manhã de ontem, no relvado principal do Estádio Nacional, o técnico divulgou a lista de convocados que apresenta algumas alterações, não deixando, contudo, indicações sobre o onze a apresentar hoje, frente ao Gil Vicente. Convocados: Bossio, Moreira, Armando, Hélder, Cristiano, Miguel, Ricardo Rocha, Ednilson, Drulovic, Tiago, Andrade, Carlitos, Simão, Geovanni, Andersson, Roger, Sokota e Fehér.
GOMES NÃO FOI A MILÃO
Ao contrário do que foi veiculado, Nuno Gomes não se deslocou a Itália, mais precisamente a Milão. O jogador tem estado sob vigilância médica permanente e está ainda a ser estudada a possibilidade de não ser submetido a uma intervenção cirúrgica.
CABRAL DESILUDIDO
Por seu turno, Cabral, mostrou-se, ontem, desiludido adiantando que “esta foi a pior época da minha carreira”, disse o jogador a quem as lesões também acabaram por prejudicar. ”Existiram vários motivos para que as coisas fossem assim, mas agora sinto-me bem. Infelizmente não tem existido muitas oportunidades”, lamentou-se.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)