Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Tarik Sektioui renova por mais um ano com dragões

Tarik Sektioui vai prolongar o seu vínculo ao FC Porto por mais uma época, depois de a SAD azul e branca ter accionado a cláusula de opção.
4 de Janeiro de 2008 às 00:00
“Vou renovar por um ano. Está a ser tratado e penso que tudo vai ficar resolvido”, disse ontem o extremo marroquino, que também não escondeu a forma como tem sido tratado pelos mais altos responsáveis portistas. “O presidente tem falado de forma positiva sobre o assunto e eu estou muito contente aqui”, reconheceu Tarik, esclarecendo também que nunca soube de uma eventual saída, depois de ter chegado ao FC Porto pela mão de Co Adriaanse.
“Não soube de nada. Ninguém falou comigo nesse sentido. Estive sempre tranquilo”, explicou o antigo jogador do AZ Alkmaar, que na época passada esteve emprestado aos holandeses do RKC Waalwijk, quando Co Adriaanse foi substituído por Jesualdo Ferreira. Mas esta época o extremo ganhou o estatuto de imprescindível e até acabou por ser chamado pelo seleccionador Henri Michel para a representação de Marrocos que vai disputar a próxima edição da Taça das Nações Africanas, que se realiza de 20 de Janeiro a 10 de Fevereiro.
“Vou fazer todo o possível para voltar nas melhores condições, mas o mais importante é que no meu período na CAN o FC Porto continue a ganhar. Vou ficar com o meu coração aqui e quando voltar espero dar ainda mais pelo FC Porto”, prometeu Tarik, desvalorizando a sua ausência. “O FC Porto não depende de um ou dois jogadores. O FC Porto tem todos os jogadores de grande qualidade e a minha saída para a CAN não vai desequilibrar a equipa”, sustentou, recusando confirmar se vai ser Mariano González o seu possível substituto.
“Não vou falar de um jogador. Todos têm valor para ajudar a equipa”, frisou o marroquino, acreditando que o jogo com a Naval vai marcar o reencontro com as vitórias depois da derrota com o Nacional. Após o jogo com a equipa da Figueira da Foz, Tarik viaja para Marrocos.
RUKAVINA NA ROTA PORTISTA
O sérvio Antonio Rukavina poderá ser o eventual substituto de José Bosingwa, caso o lateral-direito do FC Porto venha a transferir-se para o Manchester United. Rukavina é um lateral-direito de 23 anos, joga no Partizan de Belgrado e o seu passe está avaliado em três milhões de euros. De acordo com a imprensa holandesa, o mais recente interessado no internacional sérvio é o Feyenoord, da Holanda, que juntamente com o Hertha de Berlim, da Alemanha, e o FC Porto, também estão dispostos a adquirir o passe do jogador. No entanto, uma eventual saída de Bosingwa para Inglaterra só deverá processar-se no final da época.
Além do Manchester United, também o Aston Villa já manifestou interesse no defesa e chegou a oferecer 10 milhões de euros, verba que foi recusada pela SAD portista, que exige um montante na ordem dos 30 milhões.
Ver comentários